Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Preocupações da classe

Advogados lançam movimento de defesa das prerrogativas em Campinas

O Movimento de Defesa da Advocacia, com sede em São Paulo, lançou nesta terça-feira (5/6) sua primeira “filial”, em Campinas. Segundo o presidente da entidade, Rodrigo Monteiro de Castro, o objetivo é intensificar a atuação para a defesa das prerrogativas da classe e a valorização da profissão.

Representantes da advocacia acompanham lançamento
do MDA Campinas, na terça-feira (5/6).
Divulgação

César Eduardo Temer Zalaf assumiu a presidência da seccional do MDA Campinas.

O evento ocorreu na sede da seccional da Ordem dos Advogados do Brasil no mesmo município e contou com palestra do professor Modesto Carvalhosa, sobre o futuro da categoria e da Constituição Federal.

Também participaram do evento o presidente da OAB-SP, Marcos da Costa; o presidente da seccional da Ordem em Campinas, Daniel Blikstein, e o presidente da Caixa de Assistência dos Advogados de São Paulo (Caasp), Braz Martins Neto.

Revista Consultor Jurídico, 7 de junho de 2018, 20h15

Comentários de leitores

4 comentários

Qual o medo da OAB prestar contas ao TCU ?

VASCO VASCONCELOS -ANALISTA,ESCRITOR E JURISTA (Administrador)

O TCU X “JUS ISPERNIANDI” DA OAB
Por Vasco Vasconcelos, escritor e jurista .
Se Karl Marx fosse nosso contemporâneo, a sua célebre frase seria:” Sem sombra de dúvida, a vontade da OAB, consiste em encher os bolsos, o mais que possa. E o que temos a fazer não é divagar acerca da sua vontade, mas investigar o seu poder, os limites desse poder e o caráter desses limites. Ufa! Com alegria tomei conhecimento do ACÓRDÃO Nº 1114/2018 que o Egrégio TCU, irá exigir da – OAB, a prestação de contas . Tudo isso a exemplo dos demais Conselhos de Fiscalização da Profissão. Qual a razão do “jus isperniandi” (esperneio ) da OAB? Qual o medo da OAB prestar contas ao TCU? Como jurista, estou convencido que OAB a exemplo dos demais conselhos de fiscalização de profissões tem a obrigação sob o pálio da Constituição, prestar contas ao TCU, os quais também arrecadam anuidades e taxas de seus filiados. Tudo isso em sintonia ao parágrafo único do art. 70 da Constituição Federal, “ in-verbis” “Prestará contas qualquer pessoa física ou jurídica, pública ou privada, que utilize, arrecade, guarde, gerencie ou administre dinheiros, bens e valores públicos ou pelos quais a União responda, ou que, em nome desta, assuma obrigações de natureza pecuniária".
Estima que nos últimos vinte e dois nos só OAB, abocanhou extorquindo com altas taxas de inscrições e reprovação em massa, cerca de quase R$ 1,0 bilhão de reais, sem nenhuma transparência, sem nenhum retorno social e sem prestar contas ao TCU. Não existe no nosso ordenamento jurídico nenhuma lei aprovada pelo Congresso Nacional dispondo que OAB é entidade sui-generis? “Data-Vênia “ o Egrégio STF não tem poder de legislar. É notório que OAB gosta de meter o bedelho em tudo. Respeite o art. 37 CF

Muito boa iniciativa, deveria haver isso em todo território

Angel. (Advogado Autônomo - Internet e Tecnologia)

A iniciativa é ótima. Porque será que somente em Campinas isso ocorreu?

Advogado associado

Filipe Cabral - Estudante (Outros)

Falam sobre valorizar a advocacia, mas e quanto ao esquecido "associado" que sequer tem seus direitos trabalhistas respeitados?
Este seria um bom caminho para alavancar a valorização da advocacia.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 15/06/2018.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.