Consultor Jurídico

Comentários de leitores

8 comentários

Iludido advogado autônomo

Iludido (Advogado Autônomo - Civil)

De fato. Ainda bem que ameaça à democracia, regime de governo sem lei. Prosa de politico. Agora, imagine se isso ameaçasse o Estado de Direito. O povo sem cabresto iria fazer a sua democracia ou liberdade sem lei e quem for o mais forte comanda o povo. Aliás, democracia (termo politico) é o que os ditadores fazem ao tomar o controle da nação com o imediata afastamento do Estado de Direito e aplicando a sua lei. A lei do mais forte.

George Procurador

Servidor estadual (Delegado de Polícia Estadual)

A construção de uma Constituição ideologicamente pensada pela doutrina minoritária e sua imposição sob a égide de democracia formal e material, como se quer forçar goela abaixo, não é democracia, e sim ditadura da minoria politicamente correta, daí, citando Hesse, ela não tem legitimidade, pois não advém da expressão e vontade popular, mas de uma elite que escreveu sua vontade. Esse é o grande problema da atual Constituição e suas interpretações "abertas", a população não enxerga nela o seu "estatuto". A movimentação abrupta, em descompasso com a realidade do povo brasileiro, construída na base de interpretações fulcradas no que ocorre em outras nações, dá a nós brasileiros a sensação de que isso que está aí não é nosso. O Brasil, em que pese posições contrárias, tem seu berço de nação e, ele é diametralmente oposto a muito do que vem se impondo e, novamente citando Hesse, já que parece ser o autor da moda, a falta de legitimidade leva a queda do regime. Ninguém pensa, por exemplo, em legalizar a pena de morte, mas é preciso ver que quem paga imposto nesse país não aguenta mais ser punido por algo que não fez, seja com o pagamento de impostos, seja com a vida ou liberdade. A margem da discussão da legalização do aborto, que se quer impor, é preciso "guerra" contra clínicas clandestinas e programas contra o inicio precoce da sexualidade. O movimento contramajoritário só leva ao fortalecimento de propostas de direita absurdas. Se ganhamos as eleições que nossa vontade seja respeitada. Tenho para mim, que estamos vendo o inicio do fim do STF.

Ainda há juízes que não se limitam...

RitaBH (Advogado Assalariado)

"A ingenuidade com que o discurso moralizador julga o oponente só não é maior do que a forma benevolente com que analisa o seu próprio comportamento." Parabéns!
Ainda há juízas (es) que não se limitam a ler a letra da Lei. Graças a Deus!

Excelente artigo

George Rumiatto Santos (Procurador Federal)

Parabéns ao autor pelo excelente artigo.
-
Em resposta ao O IDEÓLOGO (Outros): se o povo optar por candidato que defende atitudes antidemocráticas, estará legalmente caindo numa falácia. É que tal candidato, se eleito, estará proibido de praticar tais atos antidemocráticos, pena de cometer crime de responsabilidade e se sujeitar a impedimento. Evidente que as cláusulas pétreas se impõem contra a vontade popular. Até porque não há uma "vontade popular" senão enquanto manifestação de uma maioria temporária. A Constituição exerce essa função contramajoritária justamente para que a democracia (e os direitos de minorias) não sucumba(m) diante de maiorias temporárias.

Ameaça bolivariana

Rivadávia Rosa (Advogado Autônomo)

Pero, é de se lembra que a degradação da 'democracia' é promovida justamente por facções de viés criminoso, e defendida dissimuladamente por certos intelectuais – que se beneficiam da própria torpeza.

Assim, é que em tempos clePTocráticos [clept(o) + cracia] a degradação do sistema democrático e da representação política - foi e é o ovo da serpente (sempre na estufa) para as aventuras, delírios e tragédias bolchevistas e nazi-fascistas. Por sua vez plebe ignara cavernosa inspirada pela ignorância das massas e turbinada pelos pretensos salvadores da humanidade está sempre de prontidão para cumprir seu desiderato histórico auto destrutivo ...
O fato é que a transparência, a verdade, a honradez, a probidade e a prestação de contas, somente são possíveis sob a égide dos valores democráticos: pluralidade, democracia representativa, renovação periódica dos representantes, tolerância, respeito à diversidade e ao direito natural de cada pessoa construir seu projeto de vida.
SUMA: a democracia, na concepção de KARL R. POPPER é o único caminho para qualquer reforma, já que permite a reforma sem violência, in A sociedade aberta e seus inimigos.

Cartas marcadas, jogadores trapaceiros

Rejane Guimarães Amarante (Advogado Autônomo - Criminal)

[notícia publicada no portal BR18, do "Estadão", reportagem da jornalista Vera Magalhães]
..." O Procurador da República João Carlos Rocha chamou de 'ação exemplar' a decisão do Facebook de tirar do ar 186 páginas e 97 perfis de usuários brasileiros sob a alegação de que faziam parte de uma rede coordenada que se ocultava com contas falsas.
Ele disse no Twitter que a ação assegurava o cumprimento dos compromissos estabelecidos junto ao TSE. O perfil oficial do tribunal curtiu a publicação do procurador. Movimentos atingidos pela ação do Facebook se queixam, entre outras coisas, de o TSE ter colocado em sigilo as atas de reuniões que tratavam de fakenews. "

E daí?

Octavio Pires (Advogado Autônomo - Civil)

Como se diz nos autos: " com o respeito de sempre a Sua Excelência", falou, falou, e falou, e terminou por não dizer nada!!! Humilde sapateiro intelectual, não deveria ir além das sandálias, apesar de serem alemãs!! Ou precisamente por isso!! E por falar em alemão: " Os filósofos apenas interpretaram o mundo . A necessidade real, consiste em - modificá-lo"

O povo

O IDEÓLOGO (Cartorário)

A vontade do povo é soberana. Se o povo fizer opção por candidato que defende atitudes antidemocráticas, o fato é expressão da Democracia. Não é ilegal.
As cláusulas pétreas não podem ser opostas contra a vontade popular. O exercício da Democracia cabe ao povo e não ao membro da elite.

Comentar

Comentários encerrados em 7/08/2018.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.