Consultor Jurídico

Comentários de leitores

133 comentários

"Distopia de Streck" - A Máscara Caiu

Rejane Guimarães Amarante (Advogado Autônomo - Criminal)

Como não há meio de defender a "lambança" que ocorreu no último final de semana, promovida por deputados e Advogados petistas e um desembargador ex-filiado e sempre militante do PT, só restou ao Dr. Lenio partir para a ficção e contar uma historinha que ele supõe de "terror".
Como as técnicas que ele adotou no presente artigo são muito conhecidas, tanto pelos "esquerdistas" quanto pelos "direitistas" vamos ao esclarecimento .
Em primeiríssimo lugar, o juiz Sérgio Moro não estava em Portugal, em suas férias, como afirmou o PT, oficialmente, em discurso na tribuna do Senado, a Senadora e Presidente do PT, Gleisi ("Crazy", entre os youtubers) Hoffmann "comendo bacalhau e tomando vinho". Ele não saiu do Brasil em suas férias. Primeiríssima mentira.
Em segundo lugar, o primeiro cuidado que se deve ter ao analisar o texto de um "comunista" (vamos chamar os seres pelos nomes - O. de Carvalho) é não embarcar na parte que ele destaca, como, no caso, as doze AIA's (nem consegue ser original, XII Tábuas, Doze AIA's).
Vamos aos "consideranda", pois aqui estão os grandes temores do autor que o levam a ter alucinações terríveis.
"Bolsonaro eleito já no primeiro turno". Anos atrás, esse era o pior pesadelo para muitos brasileiros em relação ao Lula, que durante três eleições seguidas para Presidente, tinha a maior taxa de rejeição entre os candidatos. Seja homem, aguente o tranco.
Retirada do Ministro Toffoli da Presidência da Corte. Nesse "distópico", pelo andar da carruagem, Toffoli será a "Viúva Porcina", aquele que era sem nunca ter sido.
No próximo "distópico" eu, realmente, quero agradecer a desconsideração do articulista em relação à minha pessoa. É um excelente termômetro saber que o senhor me desconsidera tanto. Vamos ao distópico.

Criativo.

Espartano (Procurador do Município)

Bem criativo esse futuro distópico imaginado pelo articulista.
O problema é que, no presente e na vida real, as soluções jurídicas que este defende como corretas e constitucionais geram situações que, na prática, para os reles mortais, são tão absurdas quanto a ficção alarmista, carregada na tinta e de claro intuito político e partidário.
E é triste ver que o autor não consegue perceber o óbvio: a realidade atual, moldada por suas convicções, é tão caricatural quanto a distopia por este imaginada.

Grande professor

Gabriel Longen Samways (Assessor Técnico)

Infelizmente o professor Lenio se deixou contaminar por questões políticas, como fazem vários Ministros, Procuradores, Juízes, Advogados... É uma pena, já que temos tantas questões jurídicas a tratar.

Perdoe-me.

José Cuty (Auditor Fiscal)

Quanta bobagem, professor!

Quadro surreal

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Acho que já estou nesse enredo. Aqui no meu mundo, que não consegui divisar ainda como real ou ilusório, um Tribunal (TRF3) determinou que os próprios advogados promovessem a digitalização dos processos físicos, usando como justificativa o brilhante argumento de que a Corte não possui recursos para isso (já que os advogados são todos ricos, recebendo "auxílio-tudo-o-que-se-possa-imaginar", cabe a eles realizar o serviço). Claro, uma Entidade de Classe omissa (OAB/SP) não consegui mover sequer um fio de cabelo do lugar para reverter o quadro surreal. Mas a coisa vai além. Promovida a famigerada digitalização dos autos físicos, com pedido de tramitação do feito na forma eletrônica, vem uma ultra-super-hiper respeitável e técnica magistrada "rejeitar a inicial" da ação, ignorando que se tratava da conversão de um feito físico para processo eletrônico, e não uma nova ação (até entendo que vocês também devem estar se perguntando em que mundo estão). Fazer o que? Respota: ingressar com embargos de declaração, decididos ao estilo "os embargos devem ser rejeitados, vez que o que se busca é a modificação da decisão, e não sua correção". Assim, lá vamos novamente ao Tribunal, com mais uma apelação, que assim decide: "Em atenção ao princípio do devido processo legal, retornem os autos à Vara de origem para a possibilidade de realização do juízo de retratação, nos termos do art. 485, § 7º, do CPC. Após, dê-se nova vista dos autos ao MPF para oferecimento de parecer. Int. São Paulo, 4 de julho de 2018." Detalhe: nessa, os autos físicos já haviam sido arquivados tendo em vista a "conversão" para eletrônico.

Comentário!

Marcelo-ADV (Outros)

Lenio Streck, meu herói! Grande mestre!

Quinta-feira, melhor dia da semana.

Observador - Comentarista.

Ciro C. (Outros)

Tocou em pontos incontestes.
Colunista do Conjur deveria abordar questões jurídicas, não tratar e falar o mesmo que dizem partidários de um lado ou outro. Esta coluna já teve conteúdos inspiradores, tais como, aquela que tratou do "pamprincipiologismo" (indiquei muito a leitura).
Os comentaristas desta coluna que tem proximidade com Lenio (alunos, estagiários, sócios) podiam "chamar a coluna a ordem". Temo que se outros fizermos, seremos chamados de néscios ou receberemos um palavrão em Alemão.

Quanto ódio...

John Paul Stevens (Advogado Autônomo)

Os comentaristas que não gostam do Prof. Streck são, aparentemente, seus maiores fãs. Que ironia!

Quinta feira

LCRocha (Advogado Sócio de Escritório - Tributária)

Professor, obrigado pelas suas construções e textos disponibilizados. A manhã de quinta feira é diferenciada por conta do nível de discussão que o Senhor costuma propor.

"Colonos portugueses eram petistas! 500 anos de um mal...!"

Comprar um carro é mais simples do que cadastrar no Conjur (Outros)

Não entendo o que se passa na cabeça de populares tão ferrenhos em discursos atentatórios à democracia!
Lembro de uma palestra ministrada pelos ilustríssimos Amilton, Lenio e Graça no Instituto de Direito do RJ em 1997. Lá, o Prof. Lenio com grande humor, se utilizou de uma metáfora para exemplificar sobre certo assunto, que agora não vem à memória... Acontece, que essa metáfora (uma bela crônica) nos remetia ao que acontece hoje!
Um jogo em que (in)existe regras! Por que existe, mas não existe? As regras eram as que eram impostas no decorrer do jogo.
Estamos vivendo nessa metáfora tormentosa. Que qualquer desmando seja tido como regra num processo. Nesse jogo não tem manual? Colocaram o tabuleiro sobre ele? O CPP de nada mais serve? Como é que se vence um jogo em que qualquer coisa vale?
Como saber se está havendo trapaça? Essa jogada ai é válida?
Há comentários aqui... transitam entre ignorância/ingenuidade.
"O PT teve mais de 10 anos para poder consertar o país". Sim, o PT teve 10 anos para consertar o país.
Agora, uma pausa... Por que o país não foi consertado nos 500 anos pré-PT? Algo de errado não está certo!
Só pode ser uma coisa! Os colonos portugueses eram Petistas!
Temos que imediatamente acionar o nosso judiciário! Conduções coercitivas aos familiares dos nossos colonizadores na Europa, imediatamente(já que tudo está valendo...)! A nossa jurisdição é internacional. Também lá funciona! Despachos de lá nos servem aqui. Por que os daqui não serviriam lá?

P.S: "Força Normativa da Constituição...? Só pode ser Coisa de Petista (condução coercitiva aos alemães petistas)!"
Minhas considerações ao Sr., Prof. Lenio!

Lenio streck quem te viu e quem te vê

EDVAN NEGREIROS MENEZES (Outros)

Lenio Streck critica Bolsonaro, hoje nesta coluna, pela proposta para aumentar os Ministros no STF (isso ainda em tese), PORÉM o próprio Lenio Streck e seus amigos juristas, em 2017, já concordaram com o tema em relação ao STJ e ainda tinham uma mesma posição sobre o STF de forma implícita em seus escritos. Na verdade, eles não estão preocupados com os recursos gastos em manter mais Ministros, mas QUEM irá INDICAR esses Ministros. Cada vez vemos mais os mestres se afundando por causa da ideologia. Vejamos:

"Ora, gastamos dinheiro em tanta coisa e não queremos investir no aumento do número de componentes do STJ (e nem vou falar no STF, assunto para uma coluna à parte). Lembro que na Itália — que é um país cujas dimensões são menores do que o estado do Maranhão e sua população não supera os 60 milhões de habitantes —, a Corte de Cassação, cuja função equivale à do STJ, é composta de 302 juízes (leia aqui)" By #Lenio #Streck (Fonte:https://www.conjur.com.br/…/senso-incomum-hc-nao-conhecido-…).

Outro artigo:

"Lembro que, em 2001, logo na primeira edição de Jurisdição constitucional e Hhermenêutica (Ed. Livraria do Advogado), cuja revisão tive o prazer de realizar, Lenio Streck já questionava por que não expandir o número de cadeiras no STJ? Ora, se a missão do tribunal da cidadania é uniformizar a interpretação da legislação infraconstitucional — e isso envolve 27 tribunais estaduais e cinco tribunais federais —, por que não o reestruturar de maneira que ele possa melhor atender a tal demanda?" By #André #Karam #Trindade (fonte:https://www.conjur.com.br/…/diario-classe-tamanho-stj-insti…).

Observamos no República com muitas incertezas.

Bingo!

Pernilongo dos Infernos (Outros)

Quando o nível do texto de Lênio chega aos calcanhares, os comentários aumentam em número. Já era previsto. Epistemologia afugenta comentaristas. Leram o que Observador escreveu? Não é exatamente como eu havia dito?

Presente distórpico

Felipe Gomes (Advogado Associado a Escritório - Trabalhista)

hahaha
Excelente coluna, prof! Favoritei para comparar com o presente que vivemos!

Lamentável!!

Ricardo A. (Advogado Autônomo)

Como já dito, o articulista é ou deveria ser melhor que isso.
O Autor ganhou fama, merecida, no meio jurídico como defensor ferrenho da autônomia do Direito.
Sendo este, desde os primórdios, o “lema” da coluna, tendo, mais vezes do que não, atingido em cheio o objetivo.
Com grande pesar leio a coluna desta semana, que simplesmente desconsiderou qualquer argumentação jurídica, para fazer simples proselitismo político, e dos mais baratos diga-se.
O professor crítica “os comentaristas” da Conjur, sendo ele “O” comentarista da Conjur!! Pois, face a qualquer fato relevante no mundo Jurídico a revisa sempre faz uma reportagem do tipo “Advogados/Juristas comentam tal fato” e impreterivelmente o primeiro a comentar é o professor.
Não tendo sido diferente no caso HC TRF4.
Mas desde a citada matéria sua insatisfação política resta patente, pois ao analisar o fato jurídico, com inúmeros erros, verdade, limitou-se a enumerar apenas os do seu “rival”, mas deliberadamente deixando de analisar os do “aliado”, erros que desculpem as opiniões em contrário, são sim muito mais graves e originadores de todo o imbróglio!
O mínimo que se podia esperar de um jurista sério e respeitado como o professor, que prega a autonomia do Direito com tanto afinco e maestria, seria uma análise séria e imparcial dos eventos, apontando TODOS os equívocos.
Porém, pra minha real tristeza/desapontamento, optou pelo caminho da lamúria política.
Distopias como essa já foram feitas para atacar seu “candidato”, lembra? Mas com um enredo mais simples, apenas trocando o nome Hugo Chaves por Lula, mas a realidade se impôs neste caso, pois não?
Espero que Bolsonaro não se eleja, mas caso o pior aconteça o sistema possui remédios, inclusive um já utilizado 2 vezes!!

E ... Lendo a coluna....

Eduardo. Adv. (Advogado Autônomo)

Pensei que muita coisa do conto já tivesse sido imaginada pelo ex-Presidente Lula: o "controle" da mídia, por exemplo. Afinal, a sua agremiação é a mentora da Rede Brasil Atual.
Fim do Exame de Ordem? Cuidado, PB pode ter como cabo eleitoral o Sr. Vasco, "jurista" da OBB (Ordem dos Bacharéis do Brasil) e os seus simpatizantes.
A Globo (comum, aberta) ao adotar posturas politicamente adequadas para o momento deixou de ser o alvo da esquerda. Basta ver as piadas dos comediantes do Zorra, o Esquenta.... Agora o alvo é a GloboNews?
Por falar em Zorra, deixei de ser atraído para a Senso Incomum por conta do conteúdo jurídico. E já faz um tempo...

a propósito

VictorMCP (Advogado Assalariado - Civil)

Moro não estava em Portugal.

Apelo

VictorMCP (Advogado Assalariado - Civil)

Por favor Prof Lênio, volte a escrever direito! Falastes de ativismo como ninguém, desde há muito. Esse viés político me parece totalmente equivocado. Quanto ao Lula, foi o cidadão que mais teve seus direitos processuais respeitados, inclusive com um 2 HCs julgados em rede nacional. Complicado ficar teorizando distopias quase que sensacionalistas desse tipo. abraço

Já era

Veritas veritas (Outros)

A janela de oportunidade de Lênio ir para o STF ocorreu unicamente nos governos petistas, dada a afinidade. Mas não aconteceu. Ainda bem.

Observador

Antonio Carlos Kersting Roque (Professor Universitário - Administrativa)

Iria tentar ser original, mas, depois de ler seu comentário fiquei inibido, pois, você disse tudo.
Acrescento apenas que a falta do que fazer e de construir uma critica séria, gera textos de duvidoso gosto e qualidade.
Parabéns OBSERVADOR!

Lula livre, Favretto no STF.

Eduardo. Adv. (Advogado Autônomo)

Fiquei intrigado com o motivo de alguém fazer roleta-russa com o próprio futuro pessoal. Não seria de graça... Se tudo der (sse) certo o rapaz seria indicado ao STF. Só pode, só isso explica.

Comentar

Comentários encerrados em 20/07/2018.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.