Consultor Jurídico

Lentidão e ausência de provas

Arquivamento de inquéritos mostra delações frouxas, dizem especialistas

Retornar ao texto

Comentários de leitores

10 comentários

Brasil em coma (2)

Afonso de Souza (Outros)

Para a marias (Contabilista):
Você sabe mesmo o que é direita?? Favreto e aquela turma da Segunda Turma são "da direita"?

Brasil em coma

marias (Contabilista)

Um Judiciario tão comprometido com a corrupção demonstrando explicitamente sua parcialidade, sabendo-se não existe lei que os Julguem e ou os incriminem, pois se protegem entre si e seus pares , vivemos num país sem leis, os Tres poderes da direita ditam regras em favor a si mesmos, e nos trabalhadores "obedientemente" os financiamos... metade deste povo vive com fome e outros 40% infeliz

Óbvio

Gelezov (Advogado Autônomo - Civil)

Pedir para advogado do réu comentar as provas do processo que atua como patrono do réu é o mesmo que pedir para raposa cuidar dos ovos.
Vivemos uma crise moral no Brasil que afeta até os poderes, STF quer julgar pessoas, ou seja conceder HC analisando caso a caso, entendo que sua função é unica de interpretar a Constituição, alguns ministros com objetivo claro de proteger seus pares. O Legislativo aprovando lei querendo anistiar multas aplicadas pelo Judiciário. Seria muito bom se casa um fizesse seu trabalho com um pouco de qualidade! Isto tudo gera INSEGURANÇA JURÍDICA.

Falsa polêmica

Afonso de Souza (Outros)

É o que o texto traz. E o trecho a seguir sintetiza isso: " Isso não significa que as delações não funcionem. Segundo D’Urso, é inegável que houve abuso nos acordos de delação, tanto por parte do Estado quanto dos acusados. Mas houve delações confirmadas". E também este: “Sem documentação que a acompanhe, ela tem valor probatório, mas mais baixo”.
Mas também precisa ser considerado no contexto o específico talento culinário da avó do comentarista Jorge.

Supremo só de frango

Jorge (Jornalista)

supremo bom era o de fRango que minha avó Maria fazia. O que está em Brasília é uma... deixa pra lá

Só para lembrar

Servidor estadual (Delegado de Polícia Estadual)

Só para lembrar, com a lava a jato, Barusko devolveu 130 milhões, e a Petrobras recuperou dois bilhões,sem contar outras ações condenatórias com sucesso. As delações também impediram o encaramento longo dos indivíduos, já que se preferiu a recuperação dos ativos, ao contrário da ação penal 470, onde tem condenado com 40 anos de pena e sem um centavo devolvido. Daqui a pouco, a patota sobe ao poder novamente e perdoa os condenados que nada devolveram e o Estado fica a ver navios, como dizem os antigos. o CONJUR já deveria saber que estamos vacinados.

O povo gosta

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

As chamadas "delações" na fase atual de desenvolvimento da República são na verdade afirmações de particulares, sugeridas por agentes públicos de acordo com os interesses de classe da cada um ou de vários juntos, objetivando autopromoção dos próprios agentes e entretenimento das massas. Não objetivam a verdade, nem combater a criminalidade. Longe disso, as próprias delações sugerem, em vários casos, a prática da calúnia e difamação pelos delatores, e prevaricação por parte dos agentes públicos. São tão nocivas quanto as bebidas, o fumo, a pornografia ou a prática da fofoca, mas o povo gosta...

Não entendi

Rejane Guimarães Amarante (Advogado Autônomo - Criminal)

O inquérito contra o Aécio que foi arquivado por Gilmar é aquele do áudio do Aécio falando que precisa de dois milhões e combina com o Joesley que o primo dele vai buscar o dinheiro e, em seguida, tem o vídeo do primo colocando o dinheiro na mochila ? Esse é o inquérito arquivado ?

Espetacularização pelo MPF

Célio Jacinto (Outros)

Para muitos casos derivados das delações realizadas pelo MPF, outro resultado não poderia ser produzido que o encerramento dos casos sem confirmação das delações.
A PF era contra algumas delações, principalmente da Odebrecht, devido sua desnecessidade, ou seja, as informações angariadas já seriam suficientes para levar os culpados a julgamento, inclusive, foi a partir da "delação do fim do mundo", que a PF não se sentiu confortável continuar na parceria com o MPF.
Por esta e outras razões, os procedimentos das colaborações premiadas devem ser aperfeiçoados.
Prevaleceu a espetacularização do MPF e do Janot.

Concordo e discordo

Professor Edson (Professor)

Concordo que realmente algumas delações são realmente frouxas, o problema é que não podemos ainda tirar um retrato exato dessa situação pelo fato que até agora somente a segunda turma do STF inocentou e arquivou esses casos, e a segunda turma com Toffoli, Gilmar e Lewandowski não pode ser parâmetro, tendo em vista a ligação muito forte dos três ministros com alguns políticos corruptos.

Comentar

Comentários encerrados em 19/07/2018.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.