Consultor Jurídico

Notícias

Competência Determinada

PGR pede ao STJ que julgue pedido de Habeas Corpus do ex-presidente Lula

Comentários de leitores

5 comentários

“Conexão araucária”

Armando do Prado (Professor)

De fato, vivemos estado de exceção. Lula foi sequestrado por foras da lei concursados. Estão empurrando os cidadãos para a desobediência social. A justiça, na sua parte tucana, conseguiu desmoralizar todas as conquistas de 1988.
A situação atual é similar a ilegal "República do Galeão". Ambas, "Galeão" e "Conexão Araucária", buscava e busca, a consolidação do golpe. Ambas querem impor a direita sem votos. Não passarão!

Ordem judicial se CUMPRE

JCCM (Delegado de Polícia Estadual)

Sou Delegado de Polícia e se recebo uma ordem de soltura, seja lá de quem for e, também, em favor quem for, resta apenas confirmar se o documento é verdadeiro, não importando para tanto se foi do juiz, do desembargador ou do presidente da Corte.
Se existe um conflito de competência ou de vaidades no Judiciário não cabe a Autoridade Policial discutir tais mazelas.
TEM de cumprir a ordem e ponto final.
Se mais tarde vier outra ordem para prender, paciência, fica a polícia perdendo seu tempo atrás dessa novela de conteúdo mexicano, sem poder se imiscuir na disputa fervorosa e ignóbil.
Afinal, os efetivos das polícias já não tem mesmo nada pra fazer, não é mesmo!
LAMENTÁVEL

Julgar o quê?

Felipe Soares de Campos Lopes (Advogado Assalariado - Criminal)

Vai o STJ tomar conhecimento de HC impetrado no lugar errado, apontando autoridade coatora errada?
Eu, hein.

Risível é um Judiciário declarado óbice contra apuração...

Ramiro. (Advogado Autônomo - Criminal)

Risível é um Poder Judiciário, no caso o STF, declarado como óbice a apuração e punição contra crimes contra a humanidade... Como o STF vai resolver a Sentença Herzog vs Brasil, onde foi lembrada, inclusive, a competência do TPI... se não conseguiu resolver a Sentença Gomes Lund...

No mais uma declaração de quebra de imparcialidade na ONU, os mais insensatos dirão que não cabe nada, mas quem impede que conexões com o Senado dos EUA não funcionem para colocar algumas autoridades tupiniquins na lista do Magnitsky Act?

https://www.congress.gov/bill/114th-congress/senate-bill/284/text<br/>SEC. 3. Authorization of imposition of sanctions.

(a) In general.—The President may impose the sanctions described in subsection (b) with respect to any foreign person the President determines, based on credible evidence—
(...)
(1) is responsible for extrajudicial killings, torture, or other gross violations of internationally recognized human rights committed against individuals in any foreign country who seek—
(...)
(B) to obtain, exercise, defend, or promote internationally recognized human rights and freedoms, such as the freedoms of religion, expression, association, and assembly, and the rights to a fair trial and democratic elections;
(...)

Fora outras mazelas do nosso sistema prisional que podem e devem ser exploradas em Cortes Internacionais tendo o Judiciário como conivente...

Total desrespeito

Professor Edson (Professor)

Um país que deixa um condenado impetrar quase 80 recursos e ainda se dizer preso político não pode ser levado a sério, realmente esse país não é sério, e os advogados do condenado ainda querem ir a ONU, é risível.

Comentar

Comentários encerrados em 17/07/2018.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.