Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Luto no Judiciário

Morre o desembargador aposentado do TRT-MG Paulo Emílio Ribeiro de Vilhena

Desembargador Paulo Emílio Ribeiro de Vilhena atuou como convocado no TST por três anos.
Divulgação/ANDT

Morreu neste sábado (27/1), em Belo Horizonte, o desembargador do Trabalho aposentado e advogado Paulo Emílio Ribeiro de Vilhena. O magistrado, que tinha 91 anos, presidiu o Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região (MG) no biênio 1975-1977 e atuou como ministro convocado no Tribunal Superior do Trabalho durante três anos.

Natural de São Gonçalo do Sapucaí (MG), Vilhena também foi livre-docente da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Minas por 30 anos e da PUC do estado por quatro.

É ainda autor de obras de referência no Direito do Trabalho, como Relação de Emprego e O Contrato de Trabalho com o Estado, e membro da Academia Brasileira de Direito do Trabalho. Com informações da Assessoria de Imprensa do TST.

Revista Consultor Jurídico, 27 de janeiro de 2018, 16h56

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 04/02/2018.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.