Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

48 horas

Cármen Lúcia manda TJ-GO inspecionar presídio onde houve rebelião

O Tribunal de Justiça de Goiás tem 48 horas para enviar informações ao Supremo Tribunal Federal sobre a situação do Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, onde ocorreu uma rebelião nesta segunda-feira (1º/1). A determinação partiu da presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, em ofício encaminhado ao presidente do TJ-GO, desembargador Gilberto Marques Filho.

Ministra deu 48 horas para que o TJ-GO envie informações sobre a situação do presídio onde ocorreu a rebelião.
Nelson Jr./SCO/STF

O TJ local deverá repassar informações sobre as condições dos presos, do estabelecimento prisional e das providências adotadas pelo Judiciário goiano após a rebelião.

O motim aconteceu na Colônia Agroindustrial do Regime Semiaberto, no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, cidade da região metropolitana da capital goiana. Segundo a Superintendência Executiva de Administração Penitenciária (Seap) do estado, o confronto começou quando presos que estavam na ala C invadiram os setores A, B e D.

Conforme a Seap, a rebelião terminou com nove presos mortos, 14 feridos e 99 foragidos. Todos os mortos tiveram seus corpos carbonizados e dois deles foram decapitados. Há também outros 127 presos que deixaram o presídio durante a rebelião, mas retornaram voluntariamente após o fim da rebelião. Com informações da Assessoria de Imprensa do STF.

Revista Consultor Jurídico, 2 de janeiro de 2018, 18h12

Comentários de leitores

1 comentário

Para as arquibancadas.

José R (Advogado Autônomo)

É mesmo Dra. Cármem, uma inspeçãozinha para não dizerem que não está nem aí? Já quanto ao encarceramento em massa, inclusive de não condenados, deixa rolar como querem os beócios que não veem que o sistema vai explodir... Não terá espaço físico nem pão para essa feroz multidão de reclusos. Ah, já sei: V. Exa. dirá "comam brioches" , ou, no caso, "pão de queijo" (na verdade, pesquisando bem, acho que é acarajé)...

Comentários encerrados em 10/01/2018.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.