Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Cooperação internacional

Acordo da "lava jato" na Suíça resulta em bloqueio de US$ 44 milhões

O Brasil bloqueou, nos primeiros meses de 2018, mais de US$ 44 milhões depositados em bancos suíços, decorrentes de investigações da operação “lava jato”. A medida foi feita por cooperação jurídica internacional com a Suíça, por intermédio do Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional (DRCI), do Ministério da Justiça.

A repatriação dos recursos será efetivada após o trânsito em julgado das ações condenatórias penais na Justiça brasileira ou após a concordância dos réus em dispor desses ativos mantidos no exterior, nos casos que envolvem acordos de colaboração premiada.

De 2014 até fevereiro de 2018, US$ 377,5 milhões foram bloqueados no exterior devido a medidas de cooperação jurídica internacional fruto de investigações da “lava jato”. Desse montante, foram repatriados cerca de 135 milhões de dólares.

No total, contabilizado desde 2000, cerca de US$ 1,3 bilhão foram bloqueados no exterior mediante cooperação jurídica internacional. Do montante, US$ 250 milhões (cerca de R$ 750 milhões) foram repatriados. Com informações da Assessoria de Imprensa do Ministério da Justiça. 

Revista Consultor Jurídico, 26 de fevereiro de 2018, 16h21

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 06/03/2018.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.