Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Quinto constitucional

Temer nomeia procuradora da República Inês Virgínia Prado Soares para o TRF-3

O presidente Michel Temer nomeou nesta quinta-feira (22/2) a procuradora regional da República Inês Virgínia Prado Soares para o cargo de desembargadora do Tribunal Regional Federal da 3ª Região. Ela ocupará uma das vagas destinadas ao quinto constitucional do Ministério Público Federal na corte, na vaga da desembargadora Cecília Mello, que aposentou em agosto de 2017.

A nomeação foi rápida. O TRF-3 definiu a lista tríplice dos candidatos a ocupar a vaga, a enviou à Presidência da República, que fez a nomeação, tudo nesta quinta. A procuradora recebeu 36 votos e foi a mais votada. Além dela, também estavam na lista os procuradores da República Ricardo Nakahira e Rafael Pretto.

Inês Prado Soares é membro do MPF desde 1997 e foi promovida a procuradora regional em 2012, por merecimento. Foi coordenadora do Núcleo de Ofícios Criminais da Procuradoria da 3ª Região e atuava na 5ª Turma do TRF-3. É doutora em Direito pela PUC de São Paulo, com pós-doutorado no Núcleo de Estudos de Violência da USP (NEV-USP).

Revista Consultor Jurídico, 23 de fevereiro de 2018, 1h35

Comentários de leitores

1 comentário

Sofrimento é necessário, infelizmente

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

As nomeações meramente políticas para tribunais, garantindo a prolação de decisão parciais em favor do Estado, é prática que continua no Brasil com absoluto vigor, sem que a população se dê conta da gravidade do problema. Mesmo diante do caos judiciário, do longo tempo de trâmite dos feito, inclusive no TRF3, e das manobras que são orquestradas pelos magistrados para infirmar o direito do cidadão comum, notadamente quando litiga contra o Estado, as pessoas não se dão conta de que é preciso mudar radicalmente a composição da magistratura, principalmente nos tribunais. Talvez, seja necessário o agravamento da crise, a piora generalizada nas condições de vida dos mais pobres, para que as pessoas comecem finalmente a se perguntarem o que precisa mudar no Estado brasileiro.

Comentários encerrados em 03/03/2018.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.