Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Mudança de mãos

Ação contra Lula sobre caças suecos vai para nova vara federal em Brasília

Parte dos processos contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e os ex-deputados Henrique Eduardo Alves (MDB) e Eduardo Cunha (MDB) vai mudar de endereço: os casos vão para a 12ª Vara Federal de Brasília, que recentemente passou a ser especializada em lavagem de dinheiro, crimes praticados por organizações criminosas e violações ao sistema financeiro nacional.

As ações penais deixam de ser responsabilidade do juiz federal Vallisney de Oliveira, da 10ª Vara. O titular da 12ª Vara é o juiz Marcus Vinicius Reis Bastos, que atua na unidade desde 1996. Pollyanna Kelly Maciel Medeiros Martins Alves é juíza substituta desde 2009.

Das quatro ações a que Lula responde na Justiça Federal em Brasília, apenas uma, ligada à operação zelotes, passa aos cuidados da outra unidade: a que o ex-presidente e o filho Luíz Cláudio são acusados de negociar e receber R$ 2,5 milhões pela prorrogação de incentivos fiscais a montadoras de veículos e a compra dos caças suecos Gripen, por US$ 5,4 bilhões.

Marcus Vinícius e Pollyana também passam a conduzir processos das operações sépsis e cui bono, sobre desvios na Caixa Econômica, no FI-FGTS e em fundos de pensão. Por esses casos, são réus e presos preventivamente o ex-ministro Geddel Vieira Lima e os ex-deputados Eduardo Cunha e Henrique Eduardo Alves.

Revista Consultor Jurídico, 23 de fevereiro de 2018, 19h52

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 03/03/2018.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.