Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

37 anos de magistratura

Ministro do TST Fernando Ono anuncia aposentadoria por motivos de saúde

O ministro Fernando Eizo Ono, do Tribunal Superior do Trabalho, anunciou nesta segunda-feira (19/2) que vai se aposentar em março. Em sua última participação na Seção Especializada em Dissídios Coletivos (SDC), ele disse que, após 37 anos na magistratura trabalhista, sendo 10 no TST, “chegou a hora de parar e dar lugar a um sangue novo para continuar esse importante trabalho”.

Ministro Fernando Eizo Ono foi nomeado para o TST em 2007.

O motivo da aposentadoria antecipada, segundo o ministro, está relacionado aos problemas de saúde que, em 2015, o levaram a um afastamento de quase dois anos para tratamento de câncer.

“Sempre priorizei o trabalho acima de todas as coisas, mas, depois do susto e de ser submetido a uma delicada intervenção cirúrgica, cheguei à conclusão, discutindo com todos os familiares, de que a hora é de, depois de recuperado do susto, inverter essa prioridade, não mais o trabalho acima de tudo, mas, sim, a preservação da saúde. Estou bem”, afirmou. 

Carreira
Formado em Direito pela Universidade Estadual de Londrina (PR), onde também deu aulas, Fernando Ono foi presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região (PR), corte em que atuou como desembargador de 1993 a 2007, até ser nomeado para o TST. Com informações da Assessoria de Imprensa do TST.

Revista Consultor Jurídico, 20 de fevereiro de 2018, 11h26

Comentários de leitores

1 comentário

Parabéns

O IDEÓLOGO (Outros)

Parabéns ao Ministro, um dos expoentes do TST.

Comentários encerrados em 28/02/2018.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.