Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Primeira sessão de 2018

CNJ elege desembargadora para assumir Ouvidoria-Geral do órgão

O plenário do Conselho Nacional de Justiça elegeu nesta terça-feira (6/2), por unanimidade, a conselheira Iracema Vale como nova ouvidora-geral do órgão. A escolha foi feita na primeira sessão ordinária de 2018. Ela é conselheira indicada pelo Supremo Tribunal Federal. A desembargadora foi procuradora-geral do estado do Ceará e presidente do TJ-CE.

Iracema Vale comandará setor que recebe reclamações sobre atividades do CNJ.
Divulgação

A Ouvidoria-Geral é responsável por receber sugestões e reclamações sobre as atividades do CNJ; prestar informações sobre iniciativas do conselho e integrar ouvidorias judiciais, por exemplo.

Também nesta terça, o juiz Francisco Luciano de Azevedo Frota tomou posse no conselho, tornando completa a composição do colegiado. Titular da 3ª Vara do Trabalho de Brasília desde 2006, ele foi indicado pela ala majoritária do Tribunal Superior do Trabalho, contrária à reforma trabalhista. Assumirá a cadeira do conselheiro e juiz Carlos Eduardo Dias, que deixou o CNJ no fim de agosto de 2017.

Revista Consultor Jurídico, 6 de fevereiro de 2018, 15h18

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 14/02/2018.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.