Consultor Jurídico

Notícias

Cartelização em debate

Cade dá cinco dias para OAB esclarecer receitas e tabelas de honorários

Comentários de leitores

7 comentários

A oab não tem controle.

Gildo Alberto (Investigador)

A OAB não pode está acima de tudo e nem todos, tem sim, que ser fiscalizada, a pagar os tributos, que são erários público, e, um pais como o nosso, fragilizado economicamente, não pode se dar o luxo de dispensar vultuosos importes em reais. E ademais tem que acabar com este tal exame de ordem, que é outra berração, e com uma agravante, ela está revogada pelo então presidente da república Fernando Collor de Melo. é isso.

O tcu e o mpf em auditoria na oab.

Roque Z Roberto Vieira (Advogado Autônomo - Civil)

OAB PRECISA DE AUDITORIA.
A OAB age como partido político pois todas as suas Seccionais e o Conselho Federal tem a obrigação de prestar contas aos advogados. O portal da transparência já existe e não traz qualquer informação e nós não sabemos quanto a OAB recebe e quanto se gasta. Como exemplo, vamos citar o Rio de Janeiro. Nossa anuidade é uma das mais caras do País. Em 2018, quem pagou à vista até novembro de 2017, pagou R$ 885,00. Quem pagou no corrente ano de 2018, amargou uma anuidade de mais de R$ 1.240,00 parcelado. A situação é muito grave pois temos somente no RJ mais de 230.000 advogados inscritos. Assim, em exemplo hipotético, se desses 230.000 advogados, apenas 100.000 advogados pagassem 1.000,00 por anuidade, já teríamos R$ 100.000.000,00 (cem milhões de reais) de arrecadação, ou seja, um valor que supera a receita de centenas de Municípios no Brasil. Nós não sabemos para onde vai tanto dinheiro, pois não há transparência nos gastos. A Chapa LAVA JATO que concorreu às eleições da OABRJ, foi impugnada e censurada pela OABRJ, sendo necessário uma ação judicial na Justiça Federal para restabelecer o direito de concorrer usando o nome LAVA JATO, que é um termo de uso de Domínio Público Nacional. Isso representa para a OAB um retrocesso, pois carrega a OAB (baluarte na defesa das liberdades constitucionais), na volta da defesa da censura no Brasil. Não entendemos o motivo de não aceitarem o nome da chapa “Lava Jato” que defendia uma AUDITORIA imediata nas contas da OABRJ e com a inovação da defesa do MPF e TCU nessa apuração da receita e despesas? Chegou o momento de mudanças nos destinos da OAB que não pode ficar acima da lei e da justiça. (Roque Z, Rio.).

OAB tem isenção de impostos, logo deve prestar contas

analucia (Bacharel - Família)

além de tudo, a OAB contrata pessoas sem transparência e o portal da entidade não mostra claramente quanto recebe os seus funcionários. Uma caixa preta que precisa ser aberta e mostrar o verdadeiro motivo pelas disputas internas para se tornar presidente.

OAB, poder sem limites

VASCO VASCONCELOS -ANALISTA,ESCRITOR E JURISTA (Administrador)

DIÁRIO MANHÃ DE GOIÂNIA
http://impresso.dm.com.br/edicao/20181222/pagina/25
OPINIÃO
OAB,PODER SER LIMITES
Por Vasco Vasconcelos, escritor, jurista e abolicionista contemporâneo - Brasília DF
Esta Aula Magna sobre o direito ao primado do trabalho, respeito à dignidade da pessoa humana e o fim da escravidão moderna, a escravidão contemporânea da OAB, vai para o Presidente da Republica eleito, Jair Bolsonaro, Papa Francisco, Organização Internacional do Trabalho -OIT, Fundação Albert Nobel, Fantástico da Rede Globo de Televisão, Transparência Internacional, Organização das Nações Unidas -ONU, Tribunal Penal Internacional -TPI, ao Ministério Público Federal do Trabalho, Transparência Internacional e todas as entidades nacionais e internacionais que defendem os Direitos Humanos e o fim do trabalho análogo a de escravos.
A Primeira Carta a ser protocolada no Palácio do Planalto dia 01.01.2019 será do escritor e jurista Vasco Vasconcelos, acompanhada de uma Minuta de Exposição de Motivos bem como Minuta de Medida Provisória dispondo sobre o fim do trabalho análogo a de escravos a escravos, o fim da EXCRESCÊNCIA do pernicioso fraudulento concupiscente famigerado caça níqueis exame da OAB bullying social uma chaga social que envergonha o país dos desempregados rumo a inserir no mercado de trabalho cerca de quase 300 mil cativos ou escravos contemporâneos da OAB devidamente qualificados pelo omisso MEC jogados ao banimento sem direito ao primado do trabalho.
Quem forma em medicina é médico; em engenharia é engenheiro; em psicologia é psicólogo; em arquitetura é arquiteto; e em direito? Respeitem Senhores o Princípio Constitucional da Igualdade e parem de pregar o medo, o terror e a mentira. (...).

Quem não paga pode reclamar?!

Eduardo. Adv. (Advogado Autônomo)

Quem não paga a minha anuidade (não contribui para os cofres da OAB) pode reclamar?
Já que falam em Bolsonaro, ele está firmemente interessado em implantar o princípio da eficiência (forçar a seriedade da avaliação de desempenho) e estender o regime CLT ao serviço público.
Lindo!!!

A OAB é uma caixa preta

Sandro Xavier (Serventuário)

Esperamos que o Bolsonaro tome providências em relação a essa caixa preta da oab.

Vespeiro

O IDEÓLOGO (Outros)

Verdadeiro vespeiro mexer nas finanças da OAB, órgão avesso a qualquer fiscalização.

Comentar

Comentários encerrados em 1/01/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.