Consultor Jurídico

Notícias

R$62 a R$ 200

Portaria autoriza antecipação de honorários periciais em ações do INSS

O Conselho da Justiça Federal e o Ministério do Planejamento assinaram uma portaria conjunta que permite antecipar o pagamento de honorários a peritos em ações do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). A portaria foi assinada nesta segunda-feira (10/12).

DivulgaçãoHonorários periciais será de no mínimo R$ 62 e máximo de R$ 200

A medida estabelece os procedimentos para fixação dos valores, que deverá ser de no mínimo R$ 62, podendo chegar ao máximo de R$ 200. 

A matéria segue a disposição da Medida Provisória 854/2018 e a resolução do Conselho da Justiça Federal de 2014. 

De acordo com o governo, deverão ser antecipados R$ 70 milhões para os tribunais regionais federais. Para 2019 e 2020, a previsão de gasto é R$ 220 milhões e R$ 229 milhões, respectivamente. Atualmente a gestão da despesa com peritos em ações que envolvem o INSS está a cargo Justiça Federal.

Com o ato, a expectativa é que haja continuidade dos pagamentos das perícias médicas nas ações judiciais em que o INSS seja parte e que tramitem nos juizados especiais federais. Com informações da Assessoria de Imprensa do CJF.

Revista Consultor Jurídico, 11 de dezembro de 2018, 16h36

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 19/12/2018.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.