Consultor Jurídico

Colunas

Limite Penal

Elogio à Defensoria Pública raiz que não fala para as paredes

Comentários de leitores

7 comentários

leitores de 1º parágrafo

Pedro Mateus (Serventuário)

Quem se ergueu contra a pretensa neutralidade, leu apenas o primeiro parágrafo e ligou a motoca dos kkk's, deixando para trás a argumentação racional.

Defensoria neutra??kkkkkkk

Pedro MPE (Promotor de Justiça de 1ª. Instância)

Nada contra a nobre instituição vocacionada à defesa dos hipossuficientes, mas pera lá pessoal, dessa vez vocês se superaram...Defensoria faz a assistência jurídica de seus assistidos, defendendo os interesses deles e ponto final...O resto é conversa furada e devaneios alucinados do alto da montanha sagrada...Vocês são bons autores, mas vamos voltar pra realidade um pouquinho porque no mundo real a banda toca diferente...O que vocês andaram tomando nessa sexta?kkkk

Degola da Advocacia Criminal

Levy Moicano (Jornalista)

Não podemos nos esquecer, no entanto, que o fortalecimento da Defensoria Pública acaba por gerar a derrocada da Advocacia Criminal. Apenas os advogados criminalistas muito bem colocados na sociedade continuarão atuando (embora com uma considerável redução de procura pelos serviços). Dificilmente um neófito conseguirá sobreviver neste ambiente.

DP neutra? Que devaneio.

Stanislaw (Promotor de Justiça de 1ª. Instância)

DP neutra? É isso mesmo, produção? A quem será que estão se referindo quando chamam de Instituição cinica e que age de má-fé? Que duvida agora estou. Não teria sido melhor dizer na lambuja a quem se referiam, mais honesto? Realmente, é de uma coerência sempre lembrarem que o MP é parte acusatória no jogo processual e de repente alçar a DP a condição de neutra. Estou impressionado aqui com o raciocínio.

Pena

Servidor estadual (Delegado de Polícia Estadual)

Pena que não se vê tamanho empenho nas outras áreas do direito, como pensão alimentícia, questões de família e curatela.

Raiz!!!

Pedro Mateus (Serventuário)

RAIZ!!! Pela episteme ante a opinião, pela democracia como regime da razão e das artes livres ante o obscurantismo da brutalidade travestida de senso comum e imparcialidade. Pelo diálogo, pelo debate racional. RAIZ!!!

Discussão

O IDEÓLOGO (Outros)

O problema é que no processo se discutem teses e não o próprio caso.
Na maioria dos processos as teses dos "criminalistas" é tão absurda, que, em nome da celeridade processual, devem ser liminarmente rejeitadas pelo Judiciário.

Comentar

Comentários encerrados em 1/09/2018.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.