Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Honra ao mérito

Salomão, do STJ, é homenageado pelo TJ-SP por contribuições ao Direito

O ministro Luis Felipe Salomão, do Superior Tribunal de Justiça, recebeu do Tribunal de Justiça de São Paulo o Colar do Mérito Judiciário. A condecoração é considerada a maior do Judiciário paulista e ressalta os méritos e contribuições à cultura jurídica.

Ministro Luis Felipe Salomão recebe homenagem do Tribunal de Justiça de São Paulo por contribuições ao Direito.

“O Judiciário tem sido uma dessas instituições indispensáveis à construção da democracia no mundo, e só quando se atenta com violência contra as liberdades é que nos damos conta de que a Justiça é a última salvaguarda dos nossos direitos”, disse o ministro. “O momento é de pensar o funcionamento do Poder Judiciário sobretudo do ponto de vista de quem consome o serviço (o cidadão)”, concluiu em seu discurso de agradecimento.

A cerimônia foi realizada no Salão Nobre do Palácio da Justiça, sede do TJ-SP na segunda-feira (23/04), com a presença de desembargadores, secretários do estado, advogados e membros do Ministério Público. O desembargador Pereira Calças, presidente do TJ-SP, e a desembargadora Maria Olívia Pinto Esteves Alves foram responsáveis pela entrega do diploma de outorga e do colar ao ministro.

“As suas decisões construíram, ao lado de decisões de outros magistrados, a história da democracia da República, dos direitos fundamentais, da cidadania, da dignidade da pessoa humana, e em cada voto seu é possível deslumbrar a formação filosófica, jurídica e, principalmente, o homem bom”, declarou Calças sobre a carreira de Salomão. Com informações da Assessoria de Imprensa do TJ-SP.

Revista Consultor Jurídico, 24 de abril de 2018, 21h30

Comentários de leitores

2 comentários

Grave, mas irrelevante

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

O Superior Tribunal de Justiça, Corte na qual o ministro Salomão atua no momento, possui competência para julgar os recursos interpostos em face às decisões proferidas pelos desembargadores do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo e (observem bem esta parte) as ações penais interpostas em face aos desembargadores do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. Isso significa dizer que os doutos desembargadores presentearam com honrarias (nitidamente descabidas) aquele encarregado de seu julgamento. Em situações normais, o caso ensejaria a instauração imediata de processo administrativo disciplinar em face a todos eles, para aplicação da pena de exoneração, além da suspeição do ministro Salomão para julgar qualquer questão relacionada ao Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, bem como seus julgadores. Nas épocas atuais, no entanto, o caso e apenas uma notícia de pouca importância, assim como há alguns séculos era de pouca importância a escravização de negros ou mesmo a exterminação de grupos indígenas.

Homenagem

O IDEÓLOGO (Outros)

O Ministro do STJ, Luís Felipe Salomão, engradece a Magistratura.
Não é investigado e nem há comentários sobre a sua conduta.
Merece aplausos o brilhante Ministro.

Comentários encerrados em 02/05/2018.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.