Consultor Jurídico

Comentários de leitores

4 comentários

Uma justiça parcial.

João B. G. dos Santos (Advogado Autônomo - Criminal)

Deveria ser extinta ... não se pode denominar de justiça a parcialidade institucional. Quanto ao despacho em comento, quero ver como é que fica se a decisão que arrima a penhora antecipada for reformada.

Curta e grossa, mais grossa do que curta...

Rinaldo Araujo Carneiro - Advogado, São Paulo, Capital (Advogado Sócio de Escritório - Empresarial)

A decisão curta e grossa tem lógica e fundamento, sabido é que não raro o Devedor-Reclamado se esquiva e desaparece, isso quando não desaparece com os bens, a fim de não honrar a condenação.
A ligeireza da Juíza substituta capixaba também é elogiável: Decidiu/despachou no dia 12/04 e já intimou pra audiência no dia 19, na semana seguinte.
Pau na máquina cabeludo !

Incongruente

O IDEÓLOGO (Cartorário)

Mais uma decisão da Especializada, totalmente incongruente.
O recurso é recebido no efeito devolutivo. A devolutividade não alcança as consequências de direito material.

Santa Analogia

Alexandre Bueno de Paiva (Advogado Autônomo - Empresarial)

Execução definitiva em processo pendente de recurso? Se houver redução no "quantum debeatur" o "hipossuficiente" do Reclamante devolverá o valor já liberado? A juíza será solidária na devolução?. Com esse entendimento não seria melhor FECHAR o TST?. Por essa e por outra que a Justiça do Trabalho é tão desprestigiada pelos processualistas.

Comentar

Comentários encerrados em 24/04/2018.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.