Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Legítima defesa

PMs que mataram em assaltantes em tiroteio são absolvidos pelo TJ-GO

Matar dois assaltantes que estavam atirando não é um ato ilícito. Com este entendimento, o juiz Jesseir Coelho Alcântara, da 3ª Vara dos Crimes Dolosos Contra a Vida e Tribunal do Júri, acatou o parecer do Ministério Público do Estado de Goiás e determinou o arquivamento do inquérito policial que apurava a participação de quatro policiais militares na morte de dois assaltantes.

O juiz entendeu que os policiais agiram em legítima defesa, quando, no dia 10 de maio de 2003, foram acionados para verificar um roubo A um posto de gasolina, no Setor Jardim Guanabara 2, em Goiânia.

No local, duas pessoas foram atingidas por disparos de arma de fogo, feitos pelos assaltantes. Ao chegarem, os militares foram recebidos com novos tiros e ao revidarem, mataram os assaltantes. Com informações da Assessoria de Imprensa do TJ-GO. 

Revista Consultor Jurídico, 25 de setembro de 2017, 18h33

Comentários de leitores

3 comentários

E o dinheiro público

Observador.. (Economista)

Vai para o ralo de diversas formas....
Realmente, como disse o outro comentarista, precisa de esforço para sermos assim.

Pais fracassado...

Gabriel da Silva Merlin (Advogado Autônomo)

Só o que faltava matar bandidos durante troca de tiros virar crime, apesar de que depois do caso Ana Hickman não dá pra duvidar das sandices dos integrantes do Judiciário.

Bananolândia.

J.Henrique (Funcionário público)

14 anos para, ainda na 1ª instância, se chegar a esta conclusão!
O Brasil não está onde está por acaso, nós nos esforçamos!

Comentários encerrados em 03/10/2017.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.