Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Lista tríplice

Desembargadores de Campinas, GO e RS disputam vaga de ministro no TST

O Pleno do Tribunal Superior do Trabalho definiu quem vai compor a lista tríplice para disputar vaga na corte, destinada à magistratura do Trabalho de carreira. Foram escolhidos os desembargadores Samuel Hugo Lima, do Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região (Campinas-SP), com 19 votos, na primeira votação; Breno Medeiros, da 18ª Região (GO), com 14 votos, na segunda votação; e, na terceira, Francisco Rossal Araújo, do TRT da 4ª Região (RS), com 14 votos.

A lista tríplice, definida nesta segunda-feira (18/9), será encaminhada ao presidente Michel Temer (PMDB), responsável por selecionar um dos nomes. O escolhido passará por sabatina na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado e deve ser aprovado pela maioria absoluta do plenário da Casa.

A cadeira é decorrente da aposentadoria, em agosto, do ministro Barros Levenhagen. A escolha, de acordo com o Regimento Interno do TST, se dá por votação secreta.

Quem é quem
Samuel Hugo Lima é corregedor regional do TRT-15. Bacharel em Ciências Jurídicas pela PUC de Campinas e mestre em Direito Processual Civil pela Unip, atou como advogado até tomar posse como juiz substituto do Trabalho da 15ª Região, em 1989. Em 2008, foi promovido por merecimento a desembargador, onde já atuava como juiz substituto desde 1998.

Breno Medeiros, atual presidente do TRT-18, graduou-se pela Faculdade de Direito da UFPR, com especialização em Engenharia da Qualidade pela Escola Politécnica da USP. Natural de Curitiba, foi promotor de Justiça no Paraná e, em 1992, ingressou na magistratura como juiz do trabalho substituto da 18ª Região. Em 2009, tornou-se desembargador. Foi vice-presidente e corregedor da corte regional no biênio 2015/2017. Foi convocado para atuar no TST em diversos períodos entre 2014 e 2015.

Francisco Rossal Araújo formou-se em 1988 na UFRGS, onde também fez mestrado em Direito Público e leciona Direito do Trabalho e Economia Política. Ingressou na magistratura em 1990 e tomou posse como desembargador do TRT-4 em 2012. Hoje integra o Órgão Especial, a 8ª Turma e a 1ª Seção de Dissídios Coletivos. Com informações da Assessoria de Imprensa do TST.

Revista Consultor Jurídico, 19 de setembro de 2017, 14h32

Comentários de leitores

1 comentário

Desembargador de Campinas para o TST

Juarez Vicente de Carvalho (Advogado Autônomo - Trabalhista)

Dr. Samuel Hugo Lima é competente, e sempre colaborou com toda fleuma e com todo o empenho, para que tivéssemos e continuarmos a ter um Tribunal comprometido com a Constituição e com os desígnios da sociedade.

A vida profissional do Dr. Samuel Hugo Lima é um exemplo de fé na justiça como advogado (que foi e sempre será), notadamente de peleja constante no direito como instrumento de pacificação social.

A vida profissional do Dr. Samuel como juiz sempre foi (e sempre será) o depositário desta fé no direito e na justiça, garantidor da satisfação desse sentimento. A este dever nunca faltou e nunca faltará o verdadeiro juiz, muito menos o Dr. Samuel, que atuou, atua e sempre atuará com dedicação, rigor e respeito à Constituição e a todos os valores que predominam e que forjaram este ordenamento hoje em vigor.

Dr. Samuel sempre aspirou à profícua efetivação da Justiça.

Que seja o escolhido para ocupar a cadeira decorrente da aposentadoria do ministro Barros Levenhagen o nobre Dr. Samuel Hugo Lima do Egrégio Regional de Campinas/SP.

Juarez Vicente de Carvalho, advogado (Rio Claro/SP).

Comentários encerrados em 27/09/2017.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.