Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Volta para casa

Supremo Tribunal de Portugal aceita pedido para extraditar alvo da "lava jato"

O Supremo Tribunal de Justiça de Portugal aceitou o pedido da Advocacia-Geral da União para que o empresário Raul Schmhidt Felippe Junior, alvo da operação “lava jato”, seja extraditado para o Brasil. Ele ainda pode recorrer ao Tribunal Constitucional português.

Com cidadania portuguesa, Felippe Junior está preso em Lisboa desde março do ano passado, sob suspeita de intermediar pagamentos de US$ 31 milhões aos ex-diretores da Petrobras Jorge Zelada, de quem seria sócio, Renato Duque e Nestor Cerveró.

Segundo o Ministério Público Federal, o empresário ajudou no repasse de propinas em 2009, quando a Diretoria Internacional da petrolífera contratou a empresa Vantage Drilling Corporation para fretamento de navio-sonda, por US$ 1,8 bilhão. Ele é acusado de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

A AGU, que solicitou a extradição após requerimento do MPF, tem atuado no processo por intermédio de um escritório português, com participação de advogados da União e da Secretaria de Cooperação Internacional da Procuradoria-Geral da República. Com informações da Agência Brasil.

Revista Consultor Jurídico, 13 de setembro de 2017, 21h38

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 21/09/2017.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.