Consultor Jurídico

Colunas

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Minuto da Gestão

Não há mais espaço para gestão familiar nos escritórios

Por 

Nesta terça-feira (24/10), Mario Esequiel fala sobre os escritórios que ainda têm gestão familiar, mesmo quando os sócios não são todos da mesma família. Segundo o especialista, é preciso profissionalizar a função, pois não há mais espaço para esse tipo de administração.

 é economista e sócio-fundador da Bórea.

Revista Consultor Jurídico, 24 de outubro de 2017, 8h00

Comentários de leitores

3 comentários

O problema é a gestão ruim.

Ade Vogado (Advogado Autônomo - Tributária)

Não importa o tipo, unitário, coletivo, familiar, etc...
O que realmente importa é a qualidade da gestão.
Não misturar relações profissionais com familiares, amizade, etc...

Ainda...

Leopoldo Luz (Advogado Autônomo - Civil)

O palestrante deixou de informar quantas pessoas operam em seu escritório de consultoria.
Pelo que se depreende do seu site, ele parece fazer carreira solo, ao contrário do que preconiza.
Nada contra. Faço o mesmo (advocacia como profissão liberal) e não tenho nada a reclamar. Nem meus clientes, atendidos, todos, pessoalmente.

Depende do interesse de cada um.

Leopoldo Luz (Advogado Autônomo - Civil)

Há espaço para todos, desde o autônomo, que opera sozinho, até o grande escritório, com gestão profissionalizada.
Tentar vender a ideia de uma receita única é, no mínimo, afastar-se da realidade.

Comentários encerrados em 01/11/2017.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.