Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Solução consensual

Centro de Conciliação de Florianópolis chega a 3 mil acordos

Em 14 meses de existência, o Centro de Conciliação de Florianópolis completou 3 mil acordos na última quinta-feira (19/10). Desde que foi criado, o centro já fez 4,9 mil audiências, atingindo um índice de eficiência de 61%, superior a média estadual que é de 46,8%. No total, já foram revertidos R$ 137 milhões em verbas trabalhistas aos beneficiados pelas conciliações. 

A criação dos centros de conciliações seguem determinação da Resolução 174/2014, do Conselho Superior da Justiça do Trabalho, que dispõe sobre a Política Judiciária Nacional de tratamento adequado de disputas de interesses na esfera da Justiça do Trabalho. Em Florianópolis, os magistrados se anteciparam e criaram a unidade um mês antes da publicação da resolução.

Para o desembargador do Tribunal Regional do Trabalho da 12ª Região (SC) José Ernesto Manzi, corregedor eleito, os centros de conciliação são uma excelente alternativa para aperfeiçoar a prestação jurisdicional. “O elevado número de acordos permite que os juízes dediquem mais tempo e esforço para a instrução processual e a elaboração das sentenças. Por outro lado, as pautas também ficam mais curtas, agilizando a tramitação processual dos casos em que não houve acordo”, analisou. Com informações da Assessoria de Imprensa do TRT-12.

Revista Consultor Jurídico, 21 de outubro de 2017, 15h26

Comentários de leitores

1 comentário

Negociaçao gratuita

_Eduardo_ (Outro)

na prática estamos pagando com dinheiro do contribuinte funcionários públicos para realizar negociação (conciliação não é nada mais que uma espécie de negociação). Transferimos a conta para quem não tem qualquer relação com o que está sendo discutido e, na maior parte das vezes, o objeto da negociação é direito disponível (dinheiro).

Comentários encerrados em 29/10/2017.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.