Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Falta movimentação

Para Moro, combate à corrupção não pode se limitar ao Judiciário

O combate à corrupção que está sendo travado no Brasil, por causa da extensão dos crimes, não deveria ficar restrito ao Judiciário, à Polícia Federal e ao Ministério Público Federal. As lideranças políticas, por exemplo, poderiam aproveitar o momento para adotar medidas que reduzam a possibilidade dessa prática se repetir.

"O problema da corrupção sistêmica é que as pessoas passam a perder a confiança na lei, na democracia e nas instituições", disse Moro.

A opinião é do juiz federal Sergio Moro, da 13º Vara Federal de Curitiba, responsável pelos casos investigados na operação "lava jato" na primeira instância.

"O que mais me frustrou é que eu tinha uma expectativa de que o tratamento não estivesse restrito às cortes de Justiça", disse o magistrado à jornalista Thaís Oyama, durante evento promovido pela revista Veja nesta segunda-feira (27/11), em São Paulo.

Segundo o magistrado, para superar "esse nível de corrupção sistêmica", seriam necessárias reformas que diminuíssem as chances de esses crimes ocorrerem, como a redução de cargos com direito a foro por prerrogativa de função de ingerência política nas nomeações de cargos das estatais.

Na visão do julgador, porém, o que prevalece é a omissão das lideranças políticas em relação a essas reformas necessárias para combater a corrupção. A exceção, diz, foi a Lei das Estatais — o que não é suficiente, ressalta. "O problema da corrupção sistêmica é que as pessoas passam a perder a confiança na lei, na democracia e nas instituições."

Revista Consultor Jurídico, 27 de novembro de 2017, 17h27

Comentários de leitores

1 comentário

Comentário!

Marcelo-ADV (Outros)

Abuso de Poder sistêmico.

Outro problema brasileiro (o pior de todos)!

Comentários encerrados em 05/12/2017.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.