Consultor Jurídico

Recebimento de propinas

Após nova ordem de prisão, Picciani e mais dois deputados se apresentam à PF

Retornar ao texto

Comentários de leitores

5 comentários

Athié

Antonio ivan athié (Juiz Federal de 2ª. Instância)

Conforme o Regimento Interno do TRF2, o presidente da 1ª Seção Especializada, no caso para o biênio 2017/2018 o Desembargador Athié, só vota quando for relator ou revisor de processo, ou quando estiver faltando um membro do colegiado. No caso noticiado, o Desembargador Athié não era relator nem revisor, o quorum estava completo, e por isso não poderia votar, como não votou, e isso é diferente de "absteve-se de votar", como aparece em algumas notícias. Apenas dirigiu os trabalhos, e era essa a sua função.

nova ordem de prisão, Picciani e mais dois deputados

Renato Adv. (Advogado Autônomo - Civil)

DO CONJUR. = = =
O advogado Nélio Machado, que defende Picciani, considerou a decisão do TRF-2 "ilegal, inconstitucional e infeliz" ao decretar nova ordem de Prisão. = = = Interessante são os advogados que defendem o indefensável não é? Está provado que ao menos tais senhores agiram a margem da Lei, fazendo o povo de Palhaço e Idiota, e depois os mesmos alegam que Juízes e MPs todos são Errados e Injustos? Se no Brasil houvesse Pena de Morte Seria uma limpeza sem procedentes, e, as prisões com certeza ficaria vazias. Que Podridão estamos vivendo......

Doutor jorge picciani

O IDEÓLOGO (Cartorário)

Intelectual, político, empresário, pós - doutor em relações políticas cariocas, presidente de câmara municipal, homem de um novo tempo, não gosta de jatinho, mas de local isolado.

STF

Professor Edson (Professor)

Graças ao STF o político além de legislador agora também aplica a lei. Risível.

Aplausos para o TRF-2 !!!!

Rejane Guimarães Amarante (Advogado Autônomo - Criminal)

Os parlamentares brasileiros de todas as esferas do Poder Legislativo (ressalvadas as honrosas exceções) chegaram ao extremo do cinismo, da falta de decoro e estão desafiando o povo a tomar atitudes extremas. Estão debochando da democracia, estão ridicularizando o Estado Democrático de Direito.

Comentar

Comentários encerrados em 29/11/2017.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.