Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Pausa processual

Ação coletiva de investidores contra Petrobras nos Estados Unidos é suspensa

A Corte Federal de Apelações do Segundo Circuito, nos Estados Unidos, suspendeu processo movido em Nova York por investidores que alegaram prejuízos com esquema de corrupção na estatal. Em comunicado divulgado nesta segunda-feira (6/11), a petrolífera afirma que a class action (ação coletiva) ficará parada até a Suprema Corte norte-americana decidir se apreciará um recurso sobre o caso.

De acordo com o jornal Folha de S.Paulo, a Petrobras questiona quais classes de investidores poderiam participar no processo. Hoje, a ação reúne duas classes de investidores: tanto os que negociaram títulos da dívida quanto aqueles que negociaram ações da estatal.

Petrobras pediu que tribunal americano suspendesse ação até análise de recurso.

A Petrobras protocolou pedido à Suprema Corte no dia 1º de novembro. No comunicado aos investidores publicado nesta segunda, a empresa brasileira disse ainda que “seguirá adotando as medidas necessárias à defesa dos seus interesses”.

A petrolífera já fechou acordos para encerrar pelo menos 19 ações individuais apresentadas perante a Corte Federal de Nova York.

As negociações são confidenciais e, segundo a estatal, têm como objetivo eliminar incertezas e custos relacionados à continuidade dos processos, sem que a Petrobras assuma qualquer responsabilidade. Com informações da Agência Brasil.

Revista Consultor Jurídico, 6 de novembro de 2017, 19h45

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 14/11/2017.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.