Consultor Jurídico

Comentários de leitores

78 comentários

Estado para quem?

Afonso de Souza (Outros)

Para considerar o tal blogueiro um jornalista é preciso ter muito boa vontade...
A máquina petista, instalada em diversos órgãos públicos - sim, aparelharam o estado e a sociedade civil -, vazou a informação para ele, que a entregou ao staff do Lula (que, ao que parece, destruiu provas).
Mas concordo que é um absurdo usar aquelas imagens para um filme.

Dr. Nicolás Baldomá (Advogado Associado a Escritório)

Rejane Guimarães Amarante (Advogado Autônomo - Criminal)

Quando determinou a condução coercitiva de Lula, o juiz frisou que não deveriam ser feitas filmagens. Se foram feitas, devem ser destruídas. Se "vazaram" para a mídia, o juiz deveria ter frisado em seu despacho que a filmagem foi ilegal, que foi destruída no âmbito do processo por configurar prova ilícita e se for divulgada pode ensejar indenização por danos morais. Jamais deveria despachar no sentido que fez.

Caciques contra Lava-Jato

CarlosDePaula (Advogado Autônomo)

O ConJur publica, diariamente, inúmeras matérias tentando desqualificar a laja-jato. Interessante que nenhuma Instância Superior alterou, substancialmente, o que é decidido pelo Juiz de 1.a Instância.

Talvez esteja no hora de parar. A quem interessa tudo isso?
O próprio colunista acima fala somente desse assunto. Sempre.

Que tal mudar o disco e tentar analisar o motivo de tanta corrupção no país?

Prova x Filmagem

Nicolás Baldomá (Advogado Associado a Escritório)

Colega CB Morais, não confunda prova e filmagem.

A prova ilícita é descartada e, eventualmente, destruída, como gravações ilegais. Entretanto apenas aquelas que estão no âmbito do processo. Se elas vazam ou foram feitas ilegalmente com outros fins, os jornais e artistas que pretendem usá-las não são obrigadas a destruí-las, nem apagar cópias de seus arquivos.

Volto a salientar, pela Constituição Federal a liberdade de expressão científica, artística e jornalistica é absoluta quanto à sua possibilidade de utilização de gravações, imagens e quaisquer dizeres, ainda que constituam crime (calúnia, difamação, injúria, etc), podendo o agente que se expressou ser responsabilizado pelos crimes ou danos que cometeu, mas sem poder, o Estado, compulsoriamente destruir aquela expressão.

Não tem como entender de outra forma sem dar um salto triplo carpado hermenêutico e praticar aquilo que tanto o colunista critica, colocando ou tirando palavras do texto constitucional ou dando-lhes interpretação completamente destoante daquilo que a palavra aprioristicamente significa dentro da comunidade científica.

o Juiz e a mídia

C.B.Morais (Advogado Autônomo)

O colunista escreveu sobre um tema, e parte do pessoal que fez comentários teve um entendimento diferente, pelo menos do meu. O que vê é que as decisões do Juiz de Curitiba não necessitam de coerência ou de legalidade. As pessoas, inclusive advogados, esquecem que existem leis, e que o articulista insiste que devem ser obedecidas. Se não é permitido o Juiz censurar cenas de um filme, é evidentemente que elas foram colhidas de modo ilegal, contra a ordem expressa do juiz. Deveriam ser eliminadas, simplesmente. Depois de desobedecido, o juiz se entrega para dizer que não há mais o que fazer? Enfim, o colunista está sempre tocando na mesma tecla - decisões ilegais e incoerentes.

Da separação dos poderes a submissão ao poder judiciário

Padinha (Advogado Autônomo)

Vejo aqui apenas muitos comentários partidários, nenhum com vontade de debater a situação jurídica. Se o ex-presidente for culpado, que seja punido! Mas o teatro que andam fazendo burlando todos os princípios constitucionais, e fazendo valer apenas aquilo que o nobre julgador Moro quer fazer de sua cabeça, causa uma insegurança jurídica extensa, afinal sou advogado em uma pequena comarca e todos os dias passamos por situações como essas com nossos clientes, que não são divulgadas e que atos como do Dr. Moro, serve apenas para embasar os autoritarismo de nossos juízes, que quebram todos princípios e leis sem que possamos nada fazer diante do corporativismo. Quem está na mídia e podia fazer valer a justiça de forma justa não o faz! Eis que começamos a transformação da separação dos poderes a submissão ao poder judiciário

Deve-se punir a liberdade de expressão?

Valentin (Advogado Sócio de Escritório - Internacional)

Conforme bolcheviques caboclos, sim! Principalmente tratando-se da SÉTIMA ARTE. Em cartaz na TV fechada, “Guernica” retrata bem a sanha censória do stalinismo em contexto histórico. Moro é a fonte primária e última de qualquer irregularidade, real ou presumida, no Judiciário. A última (pasmem!) é a rapidez em prolatar sentença em processo criminal. Isso comprova – conforme ínclita e írrita defesa do condenado – a parcialidade do juiz. E nós sempre pensávamos que JUSTIÇA tardia é INJUSTIÇA!

Censura e hermenêutica

Nicolás Baldomá (Advogado Associado a Escritório)

Na linha do que escrevi e do que escreveram outros, gostaria de que me explicassem como, hermeneuticamente, o nosso Direito autorizaria que Moro impedisse a exibição de eventual imagem do Lula sendo levado coercitivamente para depor, levando-se em consideração que a CF é expressa no sentido de que:

"Art. 220. A manifestação do pensamento, a criação, a expressão e a informação, sob qualquer forma, processo ou veículo !!não sofrerão qualquer restrição!!, observado o disposto nesta Constituição.

§ 1º !!Nenhuma!! lei conterá dispositivo que possa constituir embaraço à plena liberdade de informação jornalística em qualquer veículo de comunicação social, observado o disposto no art. 5º, IV, V, X, XIII e XIV.

§ 2º É vedada !!toda e qualquer!! censura de natureza política, ideológica e artística.

Art. 5º, IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;

V - é assegurado o direito de resposta, proporcional ao agravo, além da indenização por dano material, moral ou à imagem;

IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, !!independentemente de censura ou licença!!;

X - são invioláveis a intimidade, a vida privada, a honra e a imagem das pessoas, !!assegurado o direito a indenização pelo dano material ou moral decorrente de sua violação!!;

XIII - é livre o exercício de qualquer trabalho, ofício ou profissão, atendidas as qualificações profissionais que a lei estabelecer;

XIV - é assegurado a todos o acesso à informação e resguardado o sigilo da fonte, quando necessário ao exercício profissional;"

A CF é bem clara: pode expressar-se de forma livre e absoluta, exceto no limite do anonimato e da responsabilidade pelos danos causados como resultado da expressão.

Ao Antônio dos Anjos

Dxt2013 (Outros)

Vejamos, você diz: "Associar a operação Lava-Jato (que não é perfeita, mas é extremamente eficiente) ao fascismo é total falta de conhecimento histórico-político é uma tentativa de atacar pessoalmente seus agentes, por falta de argumentos plausíveis". Concordo, plenamente.

Acontece que na frase seguinte você próprio se contradiz e faz a mesma coisa (com o viés contrário, dessa vez com o viés que lhe favorece, que lhe cai bem, com argumentos ad hominem para tentar desqualificar, sem sucesso, a opinião da coluna). Posso pegar a sua frase e substituir, da seguinte forma: "Associar a coluna a um partido, seja qual for, (ou ao socialismo como diz a Bia) é total falta de conhecimento histórico-político é uma tentativa de atacar pessoalmente seu agente, por falta de argumentos plausíveis". Ponto, a sua própria argumentação o vence. Você tem mais a aprender consigo próprio do que imagina (o que é surpreendente, convenhamos!).

Para terminar

Antônio dos Anjos (Procurador Autárquico)

Adorava essa coluna, quando era jurídica.
Hoje, com seu viés partidário, se trata de mais uma fonte da VANGUARDA DO ATRASO que tanto colabora para que a América Latina não cresça e se desenvolva.

Corrigindo a digitação

Antônio dos Anjos (Procurador Autárquico)

A quem acusa ad homine o juiz Moro de fascista, cabem alguns esclarecimentos.
O fascimo foi adotado como ideologia político partidária quando Mussolini, após alcançar o poder, rompeu com o Partido Socialista Italiano e fundou o Partido Fascista Italiano, que defendia a autoridade política em torno da unidade nacional.
Por sua vez, o Partido Nacional-Socialista dos Trabalhadores Alemães era mais uma dissidência do socialismo, que defendia a autoridade política centralizada em torno da etnia.
Associar a operação Lava-Jato (que não é perfeita, mas é extremamente eficiente) ao fascismo é total falta de conhecimento histórico-político é uma tentativa de atacar pessoalmente seus agentes, por falta de argumentos plausíveis.
Aos que bradam é Golpe, como o articulista, resta saber como fica sua retórica diante da cassação da Chapa Dilma/Temer.
Aos defensores do bolivarianismo, cometem os crimes contra a humanidade que Maduro perpetra de forma ditatorial na Venezuela.
Se não fosse o impeachment e a Lava-Jato, certamente a influência nefasta do Foro de São Paulo e de Cuba, na geopolítica da América Latina estaria nos conduzindo aos caos social e econômico que esta literalmente matando o povo venezuelano.

Apenas para resgatar a verdade

Antônio dos Anjos (Procurador Autárquico)

A quem acusa ad homine o juiz Moro de fascista, cabem alguns esclarecimentos.
O fascimo foi adotado como ideologia político partidária quando Mussolini, após alcançar o poder, rompeu com o Partido Socialista Italiano e fundou o Partido Fascista Italiano, que defendi a autoridade política em torno da unidade nacional.
Por sua vez, o Partido Nacional-Socialista dos Trabalhadores Alemães era mais uma dissidência do socialismo, que defendia a autoridade política centralizada em torna da etnia.
Associar a operação Lava-Jato (que não é perfeita, mas é extremamente eficiente) ao fascismo é total falta de conhecimento histórico-político é uma tentativa de atacar pessoalmente seus agentes, por falta de argumentos plausíveis.
Aos que bradam é Golpe, como o articulista, resta saber como fica sua retórica diante da cassação da Chapa Dilma/Temer.
Aos defensores do bolivarianismo, cometem os crimes contra a humanidade que Maduro perpetra de forma ditatorial na Venezuela.
Se não fosse o impeachment e a Lava-Jato, certamente a influência nefasta do Foro de São Paulo e de Cuba, na geopolítica da América Latina estaria nos conduzindo aos caos social e econômico que esta literalmente matando o povo venezuelano.

Quanto apedeutismo jurídico e baboseiras e baboseiros juntos

A favor da lei advocacia autônoma (Advogado Autônomo - Civil)

Incrível observar que supostos advogados não tenham cognição suficiente para aprenderem o que efetivamente leciona e preconiza o preclaro professor Lenio. Somente comentaristas alienados e estultas, como, por exemplo, tal de "Bia", "WLStorer", "Antonio dos Anjos(!!!)", e por aí afora, demonstram, por ululante, o tamanho da alienação mental, quando demonstram não ter a mínima percepção jurídica, tão necessária à compreensão literal de que o que se questiona no pertinente artigo é exatamente a subversão das palavras ao bel-prazer, e o flagrante vilipêndio ao regramento jurídico pátrio, tão simples assim. Estivéssemos em um regime totalitário os sofísticos comentaristas estariam repletos de razão. Mas não, parece que ainda convivemos em um Estado Democrático de Direito. Portanto, o que se questiona das atitudes nazistas do vaidoso e inconsequente "Mouro!" é exatamente os excessos cometidos em relação às constantes violações às regras constitucionais e infraconstitucionais. Na verdade, os admiradores e obcecados pelo estilão "Mouro", demonstram indisfarçável letargia de seus raciocínios, e dão a impressão que tomam "porre" com as teratologias alimentadas pelo déspota agente público, tanto que engrossam o repulsivo fã-clube do autoritário e nefasto juizão fascista!

Bia (Advogado Autônomo - Empresarial)

Dxt2013 (Outros)

A Bia disse que tiraria o filho da escola... esse comentário já diria tudo. Poderia parar por aí. Mas o resto do comentário dela torna ainda mais incrível o baixíssimo nível de material humano a que estamos submetidos. Só alguém que diz que tiraria o filho da escola por livre e espontânea vontade poderia ter uma concepção tão confusa e distorcida da realidade. Esses são os defensores cegos de Moro: os que cerram as mandíbulas e latem ao mesmo tempo... e eles andam soltos por aí.

Parece que faz o que diz contra

Rafael_2205 (Advogado Autônomo - Civil)

Lenio, é o maior critico das decisões judiciais atuais, bem como do decidir primeiro para depois fundamentar.
Mas não parece que é isso o que esta fazendo contra a Lava Jato?
Ele ja decidiu, seja por questões politicas, partidarias, legais ou qualquer outra dentro do seu intimo que a LJ é um desastre.
Dai aparece qq noticia - ele que ja decidiu a priori, fundamenta.
Não ha um juizo de valor isento sobre cada ato ou decisão do Moro.
Moro nunca acertou? Se sim, nunca li o Lenio elogiando. Ou seja, Lenio faz como colunista o que diz ser contra.
Ele ja decidiu a LJ deve ser "combatida" e cada nova decisão do Moro, ele fundamenta corroborando a sua decisão interna.
Nao há isençao do Lenio em ler cada decisão e analisá-la. Ele ve LJ, Moro e etc e dentro dele ja decidiu. Ta errado!

Dra. Bia (Advogado Autônomo-Empresarial)

Rejane Guimarães Amarante (Advogado Autônomo - Criminal)

De início, a senhora tem todo o direito de não ler colunas que lhe desagradam, mas fale pela senhora. Eu também faço parte da população e não lhe passei procuração para dizer que a coluna do Dr. Lenio não deve ser publicada. Muito pelo contrário, aprecio, às vezes concordo, às vezes discordo.
A senhora tem todo o direito de escolher a escola em que vai matricular seu filho enquanto ele for menor de idade. No entanto, esteja preparada para o dia em que ele for adulto e, por opção pessoal, matricular-se num dos cursos do Dr. Lenio ou adquirir seus livros (acontece com frequência, há muitas gerações).
Eu não consigo entender pessoas como a senhora que acham que os culpados só serão punidos se o juiz Sérgio Moro receber "carta branca" para fazer o que quiser. Senão, vejamos
É certo que os Advogados de Lula são pessoas de notável saber jurídico e profissionais experientes, mas Advogados não fazem milagres.
É certo que o juiz Moro não prima pela técnica, é um juiz que "avança o sinal". É certo que o TRF-4 costuma manter as decisões do juiz Moro por ser uma situação "de exceção". É a Lei que faz essa exceção ? Não, é o Tribunal que diz que é, e pronto. Portanto, é um Tribunal que também "avança o sinal".
Com tudo isso, até hoje, o juiz Moro não conseguiu prender o Lula.
Seria, talvez, por que não há provas contra ele ?

Alerta Musical!

Sã Chopança (Administrador)

Hoje é sexta-feira. Estarei em Bach, apreciando Chopin.
Kkkkkkkk

Mussolini caboclo

Armando do Prado (Professor)

Em Curitiba temos um justiceiro rural que atende aos anseios da classe média inculta e ogra que quer sangue, pois na concepção desses analfabetos políticos o mais importante é repressão, prisão e, se possível, morte. Foram eles que na Espanha fascista deram um 'viva à morte'. Foram eles que jogaram o mundo na guerra nazifascista.

Brecht não nos deixa esquecer: "a cadela do fascismo está sempre no cio"

\"supremo" interesse da nação

Luiz Pereira Neto - OAB.RJ 37.843 (Advogado Autônomo - Empresarial)

É A PRISÃO DE TODOS OS CANALHAS LADRÕES . Lamentamos , apenas , que não existam muito mais MOROS , que não FATIAM a Constitição , que não mandam soltar uma "refinada ladra" , etc.. , FAZENDO JUSTIÇA . E deploramos todos , sem exceção , que , a qualquer título , tentam enxovalhar o Ínclito Dr. Sérgio Moro .

Lula e seus asseclas e Articulistas da CONJUR

Bia (Advogado Autônomo - Empresarial)

Professor Enio, tenho a dizer que o sr. SÓ consegue escrever e divulgar o que acabou de divulgar porque mora no Brasil. Morasse num país comunista ou "bolivariano", como está "na moda", diante das idéias difundidas por um talvez psicopata de nome Hugo Chavez, seguidas à risca por seu sucessor e que arrasaram a Venezuela, o sr. seria PRESO, torturado e ficaria incomunicável. Fora a tortura, seria bom para a população que não seria levada a ler seus artigos defensores de todos os corruptos e corruptores que destroem uma nação. Diante do quadro gigantesco de saques aos cofres públicos para satisfazer interesses mesquinhos de APÁTRIDAS, TOTALMENTE COMPROVADOS, cujas consequências são sentidas por milhões de brasileiros que não possuem o mínimo aceitável de serviços públicos para tornar suas vidas minimamente dignas, não dá mais levá-lo a sério, "professor", quando se lê o absurdo que o sr. acabou de publicar aqui na CONJUR! Se eu tivesse um filho adolescente (e, portanto, ainda em fase de formação de seu caráter) estudando com o sr., eu o tiraria de tal escola. Suas idéias e supostas aulas se tornaram extremamente nefastas, diante de sua insensibilidade de toda a miséria causada ao país, pelo lulopetismo, insistindo em defendê-lo e a toda a hipocrisia e criminalidade que sempre o cercaram, desde que assumiu o poder. Concordo com o rapaz assaltado (que, para o sr., não deve passar de mais uma simples estatística, que não pode ser levada a sério, diante de "interesses maiores e tão importante$$", como os do EX-presidente Lula, não é mesmo???), diante de tudo o que RUIM e nefasto estamos assistindo, com nossas instituições inquestionável e TOTALMENTE esfaceladas, ainda existem "professores" que só se preocupam com o verdadeiro responsável por tudo isso!

Comentar

Comentários encerrados em 7/04/2017.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.