Consultor Jurídico

Artigos

Opinião

MPF só tem interesse em delação premiada que se encaixe na teoria que desenvolveu

Comentários de leitores

17 comentários

Doença moral e cérebro escatológico

Macaco & Papagaio (Outros)

Que existem eventuais excessos e qualquer atividade humana, inclusive, na delação, claro.
É para isso que serve a dialogia eo Direito.
Mas um membro do MP, um agente político do estado, um bacharel desfilando suas “acoxambranças” e "surubanças" ideólogas porque perdeu o carguo na República dos amiguinhos cleptocratas..aí é demais..
QUE O CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO TOME UMA MEDIDA CONTRA ESSA PATOLÓGICA MENTE DE UMA RUMINAÇÃO AUTORITÁRIA E FASCISTA DE QUEM NÃO POSSUI PREDICADOS A NÃO SER O DO DESPREZO.

Era uma vez uma lucidez que nunca existiu

Pé de Pano (Funcionário público)

O psicótico Eugênio "Puro Delírio 24 Horas" Aragão, dentro de um mundinho só dele, acredita que os anti-petralhistas estão contra o Brasil, que o Molusco de Nove Tentáculos e o Dilmão Pedalada juntamente com o restante da sua trupe do barulho são os inocentes do colarinho branco, pode isso, Arnaldo?
Parece que o delírio dele apenas acaba no dia que vai receber a sua abusiva remuneração pagas pelo nosso suor de cada dia!

"Doutores"

Kwisatz (Comerciante)

Interessante ver a quantidade de ad hominem nos comentarios. Será que nenhum dos "doutores" consegue refutar o texto do articulista?

Auxílio-moradia

AMIR (Outros - Administrativa)

Qual a opinião do procurador sobre o auxílio-moradia que não recebia e, de repente, passou-as receber com base nas mesmíssimas leis em vigor há anos?

Engraçado as indignações seletivas!

Weslei Estudante (Estagiário - Criminal)

O Procurador Aragão é partidário? Ok, discordo da postura dele, mas há piores, isto se for para termos um mínimo de coerência. Logo, usando a tese dos comentários abaixo que o Aragão é partidário:

Se o o Procurador Aragão membro do MP não pode ser partidário (concordo).

Pior é outro membro do MP que investiga um acusado ser partidário.
Fonte:
http://www.conjur.com.br/2017-jan-12/lula-processa-promotor-chamou-encantador-burros/c/1

Pior delegado que investiga um acusado ser partidário.
Fonte:
http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,delegados-da-lava-jato-exaltam-aecio-e-atacam-pt-na-rede,1591953

Pior juiz julgando acusado ser partidário.
Fonte:
http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2016/03/160317_salasocial_catta_preta_facebook_cc_npr/>
Ora, que direito “rectum” e imparcial os nobres comentaristas (operadores do direito ou não) e alguns agentes políticos praticam?

Se criticaram os casos acima, parabéns, são imparciais, caso contrário, usam apenas o direito do AUTOR, o FATO é esquecido. Olha que o FATO demostrado acima são de pessoas envolvidas diretamente em investigação, salvo engano, o Procurador Aragão não está investigando o PSDB, PMDB ou PT, se estivesse seria mesma coisa. Logo, meu inimigo ideológico é proibido de ser partidário, já meu amigo.. Zzzzz

O comentários “jurídicos” aqui no Conjur, às vezes parecem piores que torcida organizada ( aquela que xinga e briga). Fico imaginando como o Brasil vai mudar assim! Seletividade pura! O direito? último plano, primeiro vêm as paixões e ideologias.

Drs Helio e Luiz Fernando - parabéns!

Raphael F. (Advogado Autônomo)

Era melhor este articulista fazer vídeos e postar naquele site popular de vídeos na internet. Ou quem sabe se filiar ao partido vermelho, após sua aposentadoria, e aí sim defender o que pensa ou sempre pensou. Lastimável ler isto de alguém oriundo - ou que ainda pertence - ao MPF...

Delação "a la carte"

olhovivo (Outros)

A delação premiada "a la carte" já existe há tempos. A própria Conjur noticiou o fenômeno em 26/5/2006: "...Esta modalidade de delação premiada, em voga não só no Paraná, mas em todo o Brasil, à disposição de advogados, policiais e membros do ministério Público, consistiria em ofertar ao acusado uma lista de possíveis pessoas a serem denunciadas em troca de redução de pena do acusado.
"...caso ele concordasse em fornecer ao MPF, nas condições da delação premiada, uma lista de acusados que envolvesse “desembargadores, ministros e gente do poder Executivo”
Triste país que tem um MPF tupiniquim desses.

Mais um!

Roxin Hungria de Calamandrei (Promotor de Justiça de 1ª. Instância)

O articulista é mais um que viveu do MP e, agora, na iminência de sua aposentadoria, crítica acidamente a instituição flertando com a advocacia a favor dos companheiros. Mais um...apenas isso!

O homem que odiava no tempo presente

Luiz Fernando Cabeda (Juiz do Trabalho de 2ª. Instância)

Assim como o banqueiro Santos, personagem de Machado de Assis em "Esaú e Jacó", que "não tinha a imaginação da posteridade", o ex-procurador Aragão igualmente resolveu odiar no presente, e cada vez odeia mais, pois o tempo presente não corresponde aos seus ressentidos desejos.
Nesta data, o respeitado site "Congresso em Foco" publica um manifesto firmado por cerca de quatrocentos nomes (dentre os primeiros vê-se o de Aragão) concitando Lula a lançar de imediato sua candidatura à presidência, de novo.
Ora, como um partidário, que referenda um texto político defendendo um governo que está sendo repassado nos tribunais por seus atos de corrupção, pode desenvolver uma argumentação jurídica, em uma revista técnica, como é o Conjur, para aqui produzir algum tipo de convencimento contra a atuação de promotores e juízes?
Aragão perdeu o senso da posteridade, fabrica seus jargões mal ajambrados, pratica desatinadamente a pós-verdade e, com tudo isso, espera seu reconhecimento como jurista.
Ele, que se beneficiou tanto do MP Federal, que brigou, sapateou, denunciou, rompeu com antigas fidelidades, ameaçou policiais federais em sua passagem meteórica (e irregular) pelo Ministério da Justiça, por fim se retira como um panfletário velho, 'démodé' que perdeu todo o respeito pelo senso crítico alheio.
Se quiser advogar terá de se haver com juízes e promotores pois é com eles que a Justiça funciona e, para tanto, não poderá socorrer-se de seus neologismos chulos.
A vida pode ser generosa (tanto quanto o erário público) para com Aragão aposentado, e reservar-lhe um bom tempo para a reflexão. Porém, suas idéias e comportamento impositivo estão definitivamente já mortos.

Daqui possou ouvir

Thiago Bandeira (Funcionário público)

o som da baba pingando.

\"na lata"

Sebastião Cunha (Funcionário público)

Excelente, o comentário Doutor Helio Telho.

O articulista tornou-se um advogado petista e da corrupção

daniel (Outros - Administrativa)

O articulista tornou-se um advogado petista e de defensor da corrupção..... qual o caso concreto que comprova que haveria desinteresse do MP na delação ?

The Flash ataca novamente

hammer eduardo (Consultor)

O que mais me enoja é saber que este elemento é na moita um Funcionário Publico pago regiamente com dinheiro oriundo dos MEUS impostos tambem .
Graças a Deus que a vilegiatura dele no catastrófico e cleptocrata desgoverno do dilmão foi curtíssima , dai o apelido "The Flash" ( com o devido pedido de desculpas aos produtores americanos da serie pela lamentável comparação).
A esquerdopatia catatônica dele batendo sempre no desgastado teclado do ideário de esquerda é algo cansativo e acredito que a Direção do CONJUR apenas abra um eventual "espaço democrático" para ele a fim de manter acesa a sempre interessante chama da polemica pois afinal de contas o cartapácio de besteiras que ele escreve em profusão cansam ate os petralhas com carteirinha de sócio fundador.

Este é o Brasil torto , bolivariano e atrasado que os petralhas sonhavam para todos Nos , o verdadeiro " reich dos mil anos" da incompetência , despreparo , quadrilhagem e roubalheira. Para quem ainda tem saco de ler a baboseira de esquerda , lembro que Josef Goebbels faria bem melhor nos tempos áureos do não tão saudoso Tio Adolfo.

Propaganda subliminar e ingratidão

Helio Telho (Procurador da República de 1ª. Instância)

Prestes a se aposentar, o colega Eugenio Aragão segue pavimentando sua estrada rumo a advocacia rentável, de olho na clientela abastada e encrencada com o Ministrrio Público Federal, a quem esse artigo (assim como outros semelhantes já publicados e declarações feitas na imprensa) se destina.
Boa sorte na sua nova carreira, já que a antiga parece não lhe ter trazido realizações pessoais, considerando o mau-humor recalcado de suas críticas.
Da instituição de que em breve se despedirá, Aragão levará apenas o contracheques que a aposentadoria integral, no topo da carreira, lhe proporcionará, e os títulos acadêmicos obtidos em renomadas universidades na Inglaterra e na Alemanha, às custas do Ministério Público Federal, que lhe concedera os necessários afastamentos remunerados (ou não?).

Concordo com tudo, Dr. Aragão

Rejane Guimarães Amarante (Advogado Autônomo - Criminal)

Só acrescento que já houve o caso da delação de um ex-executivo da Andrade Gutierrez que disse ter entregue dinheiro de propina para a campanha de Dilma e ela provou com documentos que ele estava mentindo e ele, cinicamente, disse que "equivocou-se" quanto ao fato.
Assistam aos vídeos do youtube
" Os Mestres do Dinheiro "
" A verdade sobre a operação lava jato e o juiz Sérgio Moro"
" Golpe silencioso no Brasil"
" Cartas Illuminati - a Conspiração Temer "
E Mais " Hillary can't hide this anymore", caixões de FEMA, não tomem vacinas, redução populacional, chemtrails, projeto HAARP e projeto Blue Beam
Se liga, Brasil !

partido vira latas

afixa (Administrador)

É diferente de complexo vira lata.
Não é qualquer pessoa coletiva que pode ser considerada organização criminosa. Mas; se tem tesoureiros condenados; presidente; secretario, etc; etc.

Mais um petralha

Professor Edson (Professor)

Esse é um belo integrante da quadrilha petista, só, não devemos levá-lo a sério.

Comentar

Comentários encerrados em 11/03/2017.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.