Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Novos rumos

Ex-ministro da Justiça Eugênio Aragão se aposenta do MPF e retorna à advocacia

O ex-ministro da Justiça Eugênio Aragão aposentou-se do Ministério Público Federal nesta sexta-feira (2/6), após quase 30 anos na instituição. Mas ele não tirará nem um dia de descanso: o ex-subprocurador-geral da República já mergulhou na advocacia ao se juntar ao escritório ECEA Advogados e Consultores, em Brasília.

Eugênio Aragão volta a advogar após quase 30 anos como procurador da República.
Isaac Amorim/MJ

A banca também conta com Edson Vidigal, ministro aposentado do Superior Tribunal de Justiça, Carmen da Costa Barros e Angelo Ferraro. Nela, Aragão prestará consultoria em Direito Empresarial e Direito Internacional.

À ConJur o último ministro da Justiça do governo Dilma Rousseff (PT) afirmou que a ida para a advocacia será uma grande mudança em sua carreira, mas ressaltou que sua expertise em assuntos estatais facilitará a transição. 

"É uma atividade diferente, mas tenho certeza de que a experiência na área de defesa do patrimônio público e de políticas públicas me ajudará muito", declarou Aragão.

Antes de ingressar no MPF, Eugênio Aragão advogou na firma Sociedade de Advogados Nunes Leal. Lá, foi colega de Sepúlveda Pertence, que depois se tornou ministro do Supremo Tribunal Federal.

Revista Consultor Jurídico, 2 de junho de 2017, 11h15

Comentários de leitores

5 comentários

...

Criolo Doido (Outros)

Tive a honra de ser aluno do Prof. Eugênio Aragão.

É dono de um acúmulo teórico impressionante e soma ao seu currículo sua atuação excepcional como Procurador e Ministro.

Em tempos sombrios para a instituição, é a perda de um dos seus melhores servidores. Ganha a advocacia.

Aragão, um jurista louco entre nós

O Trovador (Outros)

O delirante ex-Ministro da Justiça, aliás, o Ministro da Justiça mais rápido da história na gestão Dilmão Pedalada, aposentado agora no MPF, onde continuará recebendo vencimentos abusivos pelos quais nunca reclamou, obviamente, e de alguma forma continuará de modo lunático a defender todas as barbáries cometidas em treze anos de petralhismo no Brasil!
Voltando à advocacia, terá à sua disposição uma corja de petralhas para defender, onde ganhará muita grana de origem duvidosa, é mole ou quer mais?

Muito Orgulho

JocileneQM (Advogado Autônomo - Criminal)

Que tenha muito sucesso como teve na Procuradoria. Vossa Excelência representa o que tem de melhor no País e no meio jurídico. Parabéns pelo excelente trabalho como Ministro e Procurador. Abraços

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 10/06/2017.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.