Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Sem contaminação

STJ garante contratação de empresa para fornecer antivírus ao TJ-MG

A presidente do Superior Tribunal Justiça, ministra Laurita Vaz, suspendeu decisão que impedia a contratação de empresa vencedora de licitação para fornecer antivírus ao sistema de informática do Tribunal de Justiça de Minas Gerais.

O caso teve origem em mandado de segurança impetrado por uma das empresas licitantes contra a vencedora, sob alegação de ausência de documento exigido no edital e de falta de comprovação de capacidade técnica. O juízo de primeiro grau indeferiu o pedido de liminar, mas o relator no TJ-MG suspendeu a contratação.

Para o estado de Minas, a interrupção da licitação teria potencial risco de deixar o tribunal vulnerável a possíveis ataques cibernéticos ou mesmo de paralisar as atividades da corte. Laurita Vaz reconheceu a essencialidade do serviço e a potencialidade de grave lesão à ordem pública decorrente da paralisação da licitação.

“Sopesando os valores envolvidos no caso em apreço, o interesse público está mais bem atendido com a adjudicação do objeto do contrato à empresa vencedora, que apresentou melhor proposta, de modo a garantir a continuidade do serviço essencial de antivírus do TJ-MG, sem a necessidade de contratações emergenciais”, escreveu a presidente.

A ministra disse ainda que, conforme a decisão de primeiro grau, a ausência do documento previsto no edital não inviabilizou a análise da proposta, pois esta continha todas as informações exigidas, apesar de apresentadas de maneira diversa. Além disso, a gerência de infraestrutura tecnológica do TJ-MG também atestou a capacidade técnica da empresa. A ministra afirmou ainda que o prosseguimento da disputa não impede apurações de eventuais irregularidades. Com informações da Assessoria de Imprensa do STJ.

SS 2.900

Revista Consultor Jurídico, 29 de julho de 2017, 16h58

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 06/08/2017.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.