Consultor Jurídico

Comentários de leitores

5 comentários

Aposentadoria

Servidor Público Estadual (Delegado de Polícia Estadual)

É triste quando se precisa comentar algo que nem deveria estar sendo discutido! Como sempre o trabalhador irá pagar a conta da "roubalheira"! E não me refiro aqui somente ao servidor público, mas a todos os trabalhadores! Não vou aqui entrar no mérito de às aposentadorias desses ou daqueles trabalhadores serem diferenciadas, terem regras definidas por leis complementares, atividade de risco, insalubre, etc.
O certo é que, todos os trabalhadores serão penalizados! Ora, a CF diz que não pode haver discriminação ou tratamento diferenciado entre os cidadãos, respeitadas obviamente suas atribuições, tipo de atividade, etc.
Digo isto porque, à guia de ilustração, citaremos um exemplo: dois servidores que ingressaram no mesmo concurso público, para a mesma carreira, com as mesmas regras de ingresso, sujeitos a todas as alterações como a de 1998 e de 2003 (integralidade e paridade ), restando cerca de um ano e meio para ambos se aposentarem, pelo tempo de contribuição que lhes foi exigido em lei e, de repente, mudam-se as regras! Detalhe: um deles tem 50 anos e outro 48 anos! Pelas regras a serem impostas na famigerada PEC 287, o primeiro entraria na regra de transição, com integralidade e paridade de vencimentos, pagando um "pedágio" de 50% do tempo restante para se aposentar! Já o segundo, perde a integralidade, a paridade e ainda terá de trabalhar até os 65 anos - 17 anos a mais - e, ainda, ao final será submetido ao teto da RGPS! Volto a frisar:
1. Ingressaram no serviço público na mesma data;
2. Mesma carreira;
3. Mesma remuneração;
4. Mesma classe;
5. Mesmas regras de ingresso e tempo de contribuição!
6. Única diferença: IDADE! Fica aqui a indagação: Isso é justo? O primeiro se aposenta com todos os direitos e o segundo perde todos os direitos!

Preocupante (delegado?)

rode (Outros)

Como assim nunca contribuiu?
É muita má-fé ou ignorância Sr. delegado (????).
Só se você não contribui, porque os membros do judiciário contribuem sobre todo subsídio.
E quanto aos 40.000,00 por mês, não passa de boatos.
Recalque tremendo!
Aliás, por que delegado tem aposentadoria especial se quem corre risco é só o agente de polícia? Francamente! Difícil lidar com tanta maldade na mente de pessoas sem escrúpulos.

Deve ser equiparado

preocupante (Delegado de Polícia Estadual)

Ao menos no que tange a equiparação de tempo de contribuição e de idade entre homens e mulheres eu sou a favor, isto porque está provado que as mulheres vivem mais que os homens. E mais, se elas lutaram com veemência para terem direitos iguais, a Constituição as atendeu nisto e também quanto aos deveres.
Outra coisa: também acho justo que o ou a pensionista só perceba 50% do valor da remuneração do servidor (a) falecido ( a), desde que tal remuneração do servidor (a) ultrapasse o valor máximo da remuneração prevista no regime geral da previdência social. Isto porque fica muito caro para o Estado e a sociedade manter um ou uma pensionista de membro do judiciário, por exemplo, que nunca contribuiu com um centavo para a previdência, e perceber todo mês em torno de R$ 40.000,00 por toda vida "sem botar um prego numa barra de sabão".

Aposentadoria? qual a finalidade?

LawRight (Estudante de Direito - Criminal)

Sou contra a contribuição para a aposentadoria, se tivéssemos um mínimo de educação financeira neste país saberíamos como gerir o dinheiro para que no futuro possamos desfrutar dele, contudo, no Brasil, não há educação, as pessoas apenas pensam no curto prazo, no próximo final de semana, quanto as benesses que os servidores públicos irão perder eu só tenho a dizer que já era hora de ter ocorrido, nenhum país do mundo, além dos comunistas, sobrevive sugando o suado dinheiro do trabalhador privado!

Ou seja

Bellbird (Funcionário público)

A porta de saída do aposentado é a porta de entrada do caixão.

O direito de se aposentar se tornou uma remota esperança de se aposentar.

São os trabalhadores pagando pelos erros dos governantes.

Comentar

Comentários encerrados em 31/01/2017.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.