Consultor Jurídico

Notícias

Paridade de armas

Reunião entre Janot e Fachin ignora defesa, diz Técio Lins e Silva

Comentários de leitores

13 comentários

"Deuses"; paladinos da justiça!

Erminio Lima Neto (Consultor)

Depois reclamam, que querem limitar os seus poderes, com o argumento "politicamente correto" que estão contra a lava jato. Fachin e Janot; desçam do Olimpo!

Os neocoveiros da defesa e dos advocacia

Macaco & Papagaio (Outros)

Daniel Boom é um mané e deve estar deslocado, andando de rodinhas nas biciletas importadas dos outros até que vai chegar um dia que lhe poderão derrubar também.
Daí ele vai procurar a esperança da justiça com os advogados.
Mas, por enquanto, o estranho no ninho não tem habitat.
A discussão de direitos processuais para a volúpia condenatória não é para marionetes, nem mulas sem cabeça.
Vai ver que o masturbador intelectual só pensa em direitos prossexuais, típicos de quem quer ferrar os outros a qualquer custo sem direito à defesa.
As conquistas da imparcialidade e da isenção do Judiciário foram obtidas com cultura ... e muito sangue; e será assim enquanto houver advogados corajosos e honrados; e não uma massa de baratas da turma do lambe-lambe.
Mas agora vivemos esses tempos em que os coveiros opinam em tudo e querem até matar os mortos.
Parabéns à advocacia e aos advogados que aqui se manifestaram.
Quanto aos cavalos e aos jumentos, não são macacos nem papagaios...serão sempre orientados pelos cabrestos sem questionarem a sua própria ignorância.

O inútil fetichismo do "grampo"

Ramiro. (Advogado Autônomo - Criminal)

Bezerra da Silva cantou "malandro é malandro, mané é mané". Quem se fia só em grampo, há excelentes softwares de criptografia para android e iphone com sede apenas no exterior.
https://whispersystems.org/
https://play.google.com/store/apps/details?id=org.thoughtcrime.securesms&referrer=utm_source%3DOWS%26utm_medium%3DWeb%26utm_campaign%3DMessaging
O grampo só consegue captar chiados...

Mais da Lei 13.245

Ramiro. (Advogado Autônomo - Criminal)

§ 11. No caso previsto no inciso XIV, a autoridade competente poderá delimitar o acesso do advogado aos elementos de prova relacionados a diligências em andamento e ainda não documentados nos autos, quando houver risco de comprometimento da eficiência, da eficácia ou da finalidade das diligências.

§ 12. A inobservância aos direitos estabelecidos no inciso XIV, o fornecimento incompleto de autos ou o fornecimento de autos em que houve a retirada de peças já incluídas no caderno investigativo implicará responsabilização criminal e funcional por abuso de autoridade do responsável que impedir o acesso do advogado com o intuito de prejudicar o exercício da defesa, sem prejuízo do direito subjetivo do advogado de requerer acesso aos autos ao juiz competente.” (NR).
(...)
E ainda se trata de lei tímida. Nem vamos falar da Brady Disclosure do Direito Penal dos EUA, que se violada, raros os casos chegam a SCOTUS, condenações anuladas, promotores responsabilizados, indenizações milionárias.

Pode haver quem desconheça a lei.

Ramiro. (Advogado Autônomo - Criminal)

Nem vou nomear ninguém... mas por certo pode desconhecer a Lei.
LEI Nº 13.245, DE 12 DE JANEIRO DE 2016.
Art. 1o O art. 7o da Lei nº 8.906, de 4 de julho de 1994 (Estatuto da Ordem dos Advogados do Brasil), passa a vigorar com as seguintes alterações:

“Art. 7o .........................................................................
r/>.............................................................................................

XIV - examinar, em qualquer instituição responsável por conduzir investigação, mesmo sem procuração, autos de flagrante e de investigações de qualquer natureza, findos ou em andamento, ainda que conclusos à autoridade, podendo copiar peças e tomar apontamentos, em meio físico ou digital;

.............................................................................................

>XXI - assistir a seus clientes investigados durante a apuração de infrações, sob pena de nulidade absoluta do respectivo interrogatório ou depoimento e, subsequentemente, de todos os elementos investigatórios e probatórios dele decorrentes ou derivados, direta ou indiretamente, podendo, inclusive, no curso da respectiva apuração:

a) apresentar razões e quesitos;

Brasil: país da piada pronta

Pedro MPE (Promotor de Justiça de 1ª. Instância)

Então um Ministro do STF não pode se reunir com o Procurador-Geral da República sem a presença da defesa? Deixa eu ver se entendi bem: os investigados possuem o direito de saber os próximos passos da investigação? É isso?
O mundo delirante dos garantistas tupiniquins não tem limites quando o assunto é criatividade. Como já dizia Millor, temos "um enorme passado pela frente".

...

Jose Adauto Teixeira Rodrigues Junior (Advogado Autônomo - Criminal)

É uma piada mesmo!!!

o Voador

Jose Adauto Teixeira Rodrigues Junior (Advogado Autônomo - Criminal)

logo se conclui que o Cidadão ai dito Daniel nada sabe sobre as águas que navega... ressoa, ressoa...ressoa!!!

Tecio sem comentários

Paulo De Lacerda PhD (Médico)

O célebre advogado revela mais uma vez sua opinião não solicitada pelo ministro Fachin r membro da PGR responsáveis pela operação lava jato no âmbito do STF Afinal onde estamos para que tais intromissões indevidas sejam matéria da mídia? Pobre Brasil

No paraná é assim, prof. Técio lins e silva!

José R (Advogado Autônomo)

Em paródia ao modelo da estrutura italiana, nos setores majoritários dos pretórios da Lava Jato (e, do primeiro grau até o STF, todos os juízes preventos na Lava Jato, sem exceção de nenhum, são do mesmo Estado e se conhecem entre si), o Ministério Público integra a Magistratura, razão pela qual interagem íntima, exclusiva e processualmente...
Quanto à Defesa..., ora para quê defesa? Só atrapalha a punição em massa... Logo, logo, será banida! E por decisão dos Tribunais Superiores...

Aplausos para o Dr. Técio Lins e Silva !!!

Rejane Guimarães Amarante (Advogado Autônomo - Criminal)

O Dr. Técio está cumprindo o seu dever, defendendo o direto de defesa, a imparcialidade, a ampla defesa, a presunção de inocência. Só aqueles que fazem julgamentos superficiais e condenam sem provas, só porque querem condenar, é que criticam essa postura correta e democrática do Dr. Técio. O devido processo legal é necessário para que se tenha certeza da autoria ou da inocência. Se não for assim, se a presunção de inocência e o devido processo legal forem menosprezados, não tardará a que qualquer cidadão vá para o banco dos réus e seja condenado rapidamente sem qualquer oposição de quem quer que seja. E se assim for, nem precisará condenar pelo que está escrito no Código Penal, poderá condenar porque não gosta do "jeito" da pessoa.

Piada

Samuel Miranda Colares (Promotor de Justiça de 1ª. Instância)

Engraçado... a reclamação mais recorrente dos advogados contra o Judiciário é de que os juízes não os recebem para tratar das causas de seus interesses. Aí quanto às causas de interesse do MP querem inibir o PGR de ser recebido pelo ministro... hipocrisia pouca é bobagem

O Dr. Técio quer participar das investigações...kkkkkk

daniel (Outros - Administrativa)

deve ser uma piada !! A investigação no Brasil agora deve ouvir previamente a defesa e até mesmo informar os horários da escuta telefônica....., por exemplo.... kkkkk..... uma piada mesmo !!!

Comentar

Comentários encerrados em 12/02/2017.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.