Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Lista tríplice

Temer indica Alexandre Ramos, do TRT catarinense, para vaga de ministro do TST

O presidente Michel Temer indicou o desembargador Alexandre Ramos, do Tribunal Regional do Trabalho da 12ª Região (SC), para o cargo de ministro do Tribunal Superior do Trabalho. A indicação foi publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira (20/12).  A vaga surgiu após a aposentadoria do ministro João Oreste Dalazen, em setembro deste ano. 

Ramos fazia parte da lista tríplice definida pelo Pleno do TST no dia 18/12, ao lado dos desembargadores Samuel Hugo Lima, do TRT-15 (Campinas), e de Sérgio Torres, do TRF-6 (Pernambuco). Ramos foi o mais votado, com 25 de 26 votos possíveis.

O escolhido por Temer passará agora por sabatina na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado. Depois de ser aprovado pela comissão, e posteriormente, pela maioria absoluta do plenário do Senado, será nomeado pelo presidente da República.

Com mestrado e doutorado em Direito do Trabalho, ambos pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Ramos começou na Justiça do Trabalho como servidor, em 1988. Cinco anos depois, passou no concurso para juiz da 12ª Região, atuando como substituto até 1998, ano em que foi promovido a titular. Nesta condição, trabalhou em Xanxerê, Chapecó, Araranguá, Imbituba, Itajaí, São José e Florianópolis, onde comandava a 6ª VT. Em dezembro de 2016, foi nomeado desembargador do TRT-12 pelo critério de merecimento.

Revista Consultor Jurídico, 20 de dezembro de 2017, 12h51

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 28/12/2017.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.