Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Mau perdedor

Frota terá que apagar posts com ofensas a juiz que chamou de ativista gay

O ator Alexandre Frota deverá apagar todas as publicações das suas redes sociais que fazem menção ao juiz Luís Eduardo Scarabelli, que foi chamado por ele de "ativista gay" e acusado de "julgar com a bunda". Frota deverá também publicar em seus perfis na internet um texto escrito pelo magistrado, de acordo com a liminar concedida nesta terça-feira (19), pela juíza Tonia Yuka Kôroku, da 13º Vara Cível do Foro Central de São Paulo.

Depois de perder processo julgado por Scarabelli, Frota partiu para o ataque.
Reprodução

Scarabelli foi responsável por julgar o processo movido por Frota contra a ex-ministra Eleonora Menicucci, do qual o ator e hoje ativista saiu derrotado. Ao saber do resultado, Fruta partiu para o ataque ao magistrado, o que foi noticiado por diversos veículos.

“Não há dúvidas que o ator Alexandre Frota utilizou de sua condição de pessoa pública e nacionalmente conhecida, fazendo uso de palavras totalmente descabidas e ofensivas na tentativa de retaliar o magistrado. Isso tudo diante da sua discordância com a decisão tomada pelo Colégio Recursal do Juizado Especial Cível Paulista”, diz o advogado Igor Tamasauskas, que atuou na defesa do juiz junto com a advogada Débora Cunha Rodrigues

A liminar proíbe a veiculação dos links e vídeos com as publicações feitas pelo ator ou qualquer outro que contenha as ofensas dirigidas ao juiz. Determina, ainda, a veiculação de textos explicando que as postagens foram retiradas do ar por determinação judicial.

Além disso, obriga que o texto escrito por Scarabelli seja lido no programa de rádio pertencente ao ator e a replicação 10 vezes mais o número de compartilhamentos feitos nas redes sociais.

Para o presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros, Jayme de Oliveira, a decisão restabelece a dignidade da magistratura e do magistrado atingido por exercer sua função com zelo e dedicação.

O não cumprimento da liminar será punido com multa diária de R$ 1 mil, até o limite de R$ 200 mil.

Clique aqui para ler a petição dos advogados de Scarabelli
Clique aqui para ler a carta do juiz Scarabelli

Revista Consultor Jurídico, 19 de dezembro de 2017, 20h37

Comentários de leitores

5 comentários

Fruta nao, Frota!

amigo de Voltaire (Advogado Autônomo - Civil)

Alexandre Frota que tem uma repercussao absurda na midia absurda nao passa de um Ricardao Arrependido; o fato de ter sido ator pornô nao foi por ele mesmo aceito, e sua missao agora na terra passou a ser a de procurar defeitos nos outros, o que ele faz dentro de suas limitaçoes técnicas. Freud, e nao Frota explica!

Intocáveis?

Clesio Moreira de Matos (Administrador)

Porque se pode falar mal de todo mundo, xingar presidente de tudo enquanto é nome mas juízes não se pode falar nada?????

Fruta!

Car.Borges (Bacharel)

Alexandre fruta foi bom...

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 27/12/2017.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.