Consultor Jurídico

Notícias

Tema polêmico

Marco Aurélio conclui voto, e prisão antecipada pode voltar à pauta do Supremo

Comentários de leitores

3 comentários

Triste Brasi

João B. G. dos Santos (Advogado Autônomo - Criminal)

O tempora! O mores!

Tribunal partidarizado

Zé Machado (Advogado Autônomo - Trabalhista)

O perigo de o STF praticar o fisiologismo constitucional sem autorização constitucional vai aumentar o poder de exceção já incipiente.

Fato provado.

Professor Edson (Professor)

Quando os presos eram somente ligados ao PT o ministro Gilmar, manteve prisões, fazia discurso pró lava jato, inclusive contrariando todos foi favorável à prisão depois da segunda instância, quando a lava jato começou a prender pessoas ligadas ao PMDB e PSDB o ministro declarou Guerra à lava jato e começou a soltura em massa, agora inclusive vai mudar o entendimento de prisão em segunda instância, o ministro muda o entendimento de acordo ao réu, isso está mais do que provado.

Comentar

Comentários encerrados em 14/12/2017.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.