Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Evento derradeiro

Em clima de amizade, Festa dos Brinquedos reúne candidatos à Presidência do TJ-SP

Por  e 

A já tradicional Festa dos Brinquedos — evento beneficente de final de ano organizado pelo desembargador Carlos Teixeira Leite Filho, do Tribunal de Justiça de São Paulo — contou com a presença dos três candidatos à Presidência do TJ-SP e de outros nomes ilustres nesta segunda-feira (4/12), cerca de 850 pessoas estiveram presentes.

Pereira Calças, Eros Piceli e Ademir Benedito posam para foto durante o evento.
Dalton Costa

Enquanto circulavam, os desembargadores Pereira Calças, Eros Piceli e Ademir Benedito eram saudados por diversos membros do tribunal, que faziam questão de cumprimentá-los, desejando boa sorte na eleição, que acontece nesta quarta-feira (6/12).

O corregedor nacional de Justiça, João Otávio de Noronha, também participou do evento, assim como o procurador de Justiça Arnaldo Hossepian, membro do Conselho Nacional de Justiça, e o vice-governador de São Paulo, Márcio França.

A Festa dos Brinquedos acontece há 15 anos, com o intuito de arrecadar brinquedos para doá-los a instituições de caridade antes do Natal, e reúne tanto magistrados da corte paulista como advogados, procuradores e membros do Ministério Público em um tradicional clube paulistano. Nesta 15ª edição, foram arrecadados 2.000 brinquedos — a maior parte vai para abrigos coordenados pela Vara de Menores da Lapa.

O desembargador Carlos Teixeira (à esquerda) recebeu o corregedor nacional de Justiça, João Otávio de Noronha (centro), e o conselheiro Arnaldo Hossepian.
ConJur

Às vésperas das eleições para escolher a nova mesa diretora do TJ-SP, o assunto do evento  não poderia ter sido outro. Os candidatos acreditam que a disputa está muito equilibrada e que é muito certo que haja segundo turno, não só para a Presidência, mas também para a Vice-Presidência e a corregedoria.

Piceli diz que é amigo de Ademir há mais de 40 anos e está tranquilo seja qual for o resultado. Calças também passou muita serenidade e disse que a decisão sobre o comando do tribunal paulista agora está nas mãos dos 359 colegas desembargadores.

Sobre o fato de não estarem concorrendo os candidatos mais antigo, dizem que a decisão da corte nas urnas deve ser respeitada, com o Supremo Tribunal Federal não interferindo na eleição, diferentemente do que ocorreu no Tribunal de Justiça de Santa Catarina, que questionou se o mais antigo é quem deveria ser o presidente, como prevê a Lei Orgânica da Magistratura (Loman).

Festa dos Brinquedos teve jantar e show.
Dalton Costa

Após o jantar, os convidados puderam acompanhar a apresentação da banda de Maurício Gasperini, vocalista da banda Rádio Táxi — famosa na década de 1980.

Mesmo em clima festivo e descontraído nenhum desembargador quis arriscar um palpite de quem levará a Presidência. Todos afirmaram que a disputa está bem equilibrada, inclusive colegas de outras instituições, sejam advogados e promotores de Justiça.

Clique aqui para ler a entrevista do desembargador Ademir Benedito.
Clique aqui para ler a entrevista do desembargador Eros Piceli.
Clique aqui para ler a entrevista do desembargador Manoel Pereira Calças.

* Texto atualizado às 18h49 do dia 5/12/2017 para acréscimo de informações.

 é repórter da revista Consultor Jurídico.

 é repórter da revista Consultor Jurídico.

Revista Consultor Jurídico, 5 de dezembro de 2017, 14h46

Comentários de leitores

1 comentário

Parabéns aos desembargadores

O IDEÓLOGO (Outros)

E espero que o Desembargador Ademir Benedito consiga a sonhada vitória, porque foi o único que emitiu resposta observando a lei (Não disse se era a favor ou não da execução de pena criminal a partir do julgamento de processo em segunda instância, conforme LOMAN).
Avante Desembargador!!!

Comentários encerrados em 13/12/2017.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.