Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Compra de decisões

TRF-5 afirma não saber de irregularidades apontadas pelo MPF

Nesta quarta-feira (30/8), o Ministério Público Federal e a Polícia Federal deflagraram uma operação que investiga um grupo suspeito de articular a compra e venda de votos de magistrados membros de uma turma do Tribunal Regional Federal da 5ª Região.

Em nota, o MPF afirmou que as investigações contaram com informações fornecidas pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), pela Justiça Federal e pelo TRF-5.

Porém, o TRF-5 nega saber de qualquer irregularidade na corte, e que só tomou conhecimento do caso pela imprensa. Segundo o TRF-5, as investigações estão sendo conduzidas pela Justiça Federal de Primeiro Grau do Rio Grande do Norte.

Leia a nota do TRF-5:

Em relação à Operação Alcmeon, deflagrada, hoje pela manhã (30), pela Polícia Federal, a Presidência do Tribunal Regional Federal da 5ª Região – TRF-5 informa que não tem conhecimento de qualquer irregularidade praticada no seu âmbito, ressaltando que sempre usufruiu de elevado conceito no meio jurídico brasileiro, tanto por sua seriedade quanto pela celeridade da prestação jurisdicional.

O TRF-5 também salienta que tomou conhecimento dos fatos pela imprensa e que as investigações já estão sendo conduzidas pela Justiça Federal de Primeiro Grau do Rio Grande do Norte.

Revista Consultor Jurídico, 30 de agosto de 2017, 16h47

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 07/09/2017.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.