Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Danos morais

TST afirma que entregar cartas é atividade de risco e condena Correios

A entrega de correspondência é uma atividade de risco acentuado. Este foi entendimento da 4ª Turma do Tribunal Superior do Trabalho ao condenar os Correios a indenizar por danos morais em R$ 20 mil um carteiro que sofreu assalto e sequestro durante o trabalho.

Conforme informações do jornal Valor Econômico, o carteiro foi rendido por dois criminosos enquanto dirigia uma caminhonete dos Correios. Foi então obrigado a seguir outro veículo. Após uma hora e meia rodando, os carros pararam e as mercadorias foram transferidas para o veículo dos assaltantes. O trabalhador foi deixado na BR-040.

Para os ministros do TST, a atividade de entrega de correspondência tem risco grande para os trabalhadores, pois eles são com frequência alvos de ações criminosas.

RR 10758-78.2015.5.03.0139

Revista Consultor Jurídico, 17 de agosto de 2017, 11h12

Comentários de leitores

1 comentário

Mas onde estamos?

Gusto (Advogado Autônomo - Financeiro)

Depois não querem que essa "justiça do trabalho" seja reformulada? Entregar cartas é atividade de risco? Poupe-nos, Senhor. Essa escória trabalhista deve ser extinta, porque daqui há pouco respirar dentro da empresa também será fato a se conceder indenização por danos morais. A indústria da indenização fácil instalou filial nas "c"ortes trabalhistas. Um escárnio.

Comentários encerrados em 25/08/2017.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.