Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Luto no Judiciário

Ministro aposentado do STJ, José Arnaldo da Fonseca morre aos 81 anos

José Arnaldo da Fonseca foi ministro do Superior Tribunal de Justiça de 1996 a 2005.
STJ

O ministro aposentado José Arnaldo da Fonseca, que atuou no Superior Tribunal de Justiça de 1996 a 2005, morreu nesta quarta-feira (2/8), aos 81 anos, em Brasília. Ele deixa a mulher, Marlene Santana Braga da Fonseca, e seis filhos.

Nascido em Pedra Mole (SE), em 25 de novembro de 1935, o magistrado formou-se em Ciências Jurídicas e Sociais pela Faculdade de Direito de Sergipe, em 1958, e em Direito pela Universidade do Rio de Janeiro, em 1961.

Foi advogado no Distrito Federal por 20 anos (1962-1982), procurador da República (1979-1996) e subprocurador-geral da República (1984-1996). Também foi membro do Conselho Superior do Ministério Público Federal, procurador-geral eleitoral substituto e procurador-geral da República substituto em sessões do Supremo Tribunal Federal em 1990, 1992 e 1995.

Como membro do MP, atuou por mais de 11 anos no extinto Tribunal Federal de Recursos e no STJ. Posteriormente, ingressou no STJ em vaga destinada ao MP. Presidiu a 5ª Turma e a 3ª Seção. Foi coordenador-geral da Justiça Federal e ministro suplente do Tribunal Superior Eleitoral em 2005.

Publicou artigos doutrinários em diversos livros e revistas jurídicas e foi colaborador na obra coletiva Ensaios Jurídicos - Superior Tribunal de Justiça, publicada em 2003 pela Editora Consulex. Após sua aposentadoria no STJ, associou-se, em 2006, ao escritório Wald Associados Advogados. Com informações da Assessoria de Imprensa do STJ.

Revista Consultor Jurídico, 2 de agosto de 2017, 15h47

Comentários de leitores

1 comentário

Ministro josé arnaldo

O IDEÓLOGO (Outros)

Honrou o STJ em seu momento mais importante. Hoje o Tribunal da Cidadania é investigado pela PF, porque foram feitas denúncias contra alguns de seus Ministros.

Comentários encerrados em 10/08/2017.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.