Consultor Jurídico

Farra das preventivas

STF deixou claro que Sergio Moro passou dos limites, afirma Gilmar Mendes

Retornar ao texto

Comentários de leitores

16 comentários

Opinião destrambelhada

DAGOBERTO LOUREIRO - ADVOGADO E PROFESSOR (Advogado Autônomo)

a Fala do Min. Gilmar Mendes tem implicações sérias e graves, mas nem por isso expressa a verdade dos fatos, nem significa que seja uma opinião isenta e imparcial.
Em primeiro lugar, ele confunde a 2ª Turma com o todo do STF, apesar de tantos anos compondo a Corte. Para chegar à atual formação, um Ministro morreu num acidente aéreo mal explicado e até agora não investigado. E, se o Min. Gilmar viu alguma ilegalidade na conduta da primeira instância, está prevaricando, pois é sua obrigação abrir uma investigação para que condutas delituosas sejam investigadas. Por ai se vê o grau de distorção da realidade.
Em segundo, vamos analisar o modus operandi desse Ministro relembrando o caso de Roger Abdelmassih, quando lhe concedeu alvará de soltura, em 23 dezembro de 2.009.
Esse medico-estuprador, condenado há mais de 200 anos de prisão, havia impetrado habeas-corpus que fora denegado pelo Colendo STJ, por maioria de votos, e o patrono do paciente recorrera ao STF, antes mesmo que o acórdão fosse publicado. Para tanto, sem que o texto do acórdão tivesse sido publicado, louvando-se exclusivamente no voto vencido, encontrou o Min. Gilmar de plantão, preparado para viajar para a Europa. Portanto, sabia quem estaria no plantão e fez tudo às carreiras para chegasse às suas mãos antes que partisse nas férias do recesso.
E valeu a pena a correria, pois rapidamente foi concedida a ordem, da qual se valeu o meliante para sumir do mapa. Assim, vê-se que o Min. Gilmar quer que sua conduta seja seguida, seja o padrão para a Magistratura, o que vem encontrando, sempre encontrou, forte resistência. Na ocasião, fiz comentário que se encontra no seguinte endereço:
http://www.conjur.com.br/2009-dez-23/supremo-tribunal-federal-concede-liberdade-roger-abdelmassih

A lei deve(ria) ser para todos

Dr. Jorge Ávila - previdenciário, trabalhista, consumidor (Advogado Sócio de Escritório - Previdenciária)

Espero que a lei do abuso de autoridade seja aplicada como deve e em todos os escalões, especialmente para aqueles que, agindo sob o manto da justiça, na verdade buscam interesses escusos.

"Tempo Razoável de Prisão Preventiva"

Allan Simões Carvalho (Advogado Autônomo - Civil)

"...o Supremo Tribunal Federal não vai tolerar mais a "farra das prisões preventivas", que duram longos períodos, sem justificativa.o Supremo Tribunal Federal não vai tolerar mais a "farra das prisões preventivas", que duram longos períodos, sem justificativa.".

Tá certo! Porque o goleiro Bruno ficar mais de 6 anos em prisão preventiva esperando o julgamento do Tribunal é razoável né!? Só não fica preso quem tem poder.

1º ou 2º lugar

Zé Machado (Advogado Autônomo - Trabalhista)

A disputa pelo primeiro lugar no vedetismo está acirrada, mas nesse contexto, o ministro demonstra mais sabedoria e conhecimento do que a equipe tresloucada de Curitiba.

Gilmar mendes é magistrado ou político ?

Gelson de Oliveira (Servidor)

Quem está passando dos limites é o ministro Gilmar Mendes. Não se sabe mais se ele é magistrado ou político.

olhovivo (Outros)

Observador.. (Economista)

Perfeito seu comentário.
Vou um pouco além.
Onde está a lógica de buscar e pregar o respeito às leis atropelando-as?
Até quando vamos ser este país histérico, atrás de profetas messiânicos, achando que "se A é bom e eu gosto de A, A é infalível e ninguém pode criticá-lo"?
Este comportamento é a raiz do nosso atraso.Nada podemos debater porque nos comportamos como torcida...ou se está 100% contra ou 100% à favor.
Nosso país precisa mudar.Mas de verdade.
Aqui, parece, somos como o personagem de " Il gattopardo", de Lampedusa.
"Tudo deve mudar para que tudo fique como está".

Inconstitucionalidades

O IDEÓLOGO (Cartorário)

Muitos dos acórdãos do STF que possuem como Relator o Ministro Gilmar Mendes, são inconstitucionais, porque ele interpreta a CF/88 de acordo com o seu pensamento.

Valem para o Ministro!

Sã Chopança (Administrador)

As críticas do Ministro Gilmar se aplicam a ele mesmo, principalmente. Ministro Gilmar tem sido um gigante em nosso Direito Constitucional. Seus votos costumam ser verdadeiras lições. Mas seus pronunciamentos fora dos autos tem sido bem mais censuráveis do que os dos integrantes da força-tarefa da "lava jato". Além disso, Juízes e Ministério Público não devem silenciar quando se trata de defender as garantias dessas categorias, que aliás são garantias DA SOCIEDADE!

É só a opinião de GM...

Prætor (Outros)

... nada mais. Ele não está acima dos demais Ministros do STF. Sua opinião corresponde a apenas 9% da "opinião" da Suprema Corte e por isto nem deveria receber tanto destaque.

Se Gilmar pode, os "rapazes" também podem

José Cuty (Auditor Fiscal)

Gilmar Mendes vive dando opiniões sobre política, leis, processos e tudo o que lhe dá na telha. Mas ele acha ilegítimo que os "rapazes" de Curitiba façam vídeos para defenderem seus pontos de vista sobre projetos de lei. Onde está escrito que servidores públicos estão proibidos de se manifestarem sobre assuntos legislativos?

Como sempre, com razão

olhovivo (Outros)

É preciso que alguém de quilate e não pusilânime, como o Min. Gilmar Mendes, desmascare essa enganação da torcida ignara, que cai na lábia dos procuradores ávidos por perpetuarem os abusos.
É preciso esclarecer que está claro que ele não é contra a lava-jato - só um semianalfabeto não percebe isso - mas sim contra os abusos praticados pelo Brasil afora.
Afinal, para a lava-jato ir em frente é preciso haver abusos?

O pior é ter que concordar em alguns pontos...

Felipe.ESIlveira (Estudante de Direito)

"Quando eu vejo esses rapazes colocando vídeos na internet, eles estão, na verdade, enganando a torcida."
Quem viu a coleta em massa de assinaturas p/ as 10 medidas contra a corrupção sabe a maquiagem feita...

Gilmar Mendes sem limites

JoseRS (Outros)

O STF precisa colocar limites na conduta do Min. Gilmar Mendes, que se comporta como um comentarista político, desrespeita a LOMAN e ofende a moralidade pública.

Esse é PSDB

Professor Edson (Professor)

Quando Curitiba atingia o PT tudo bem, agora que atingiu o PSDB está tudo errado, Gilmar Mendes deixa claro como indicação política para o supremo é uma aberração que deve ser revista imediatamente.

Completando

Valdecir Trindade (Advogado Autônomo - Trabalhista)

... creio que se não fosse a Lava Jato, instituições como o Congresso Nacional e o próprio STF já teriam sido invadidos pelo povo. Pode-se até falar que estou exagerando, mas veja o senhora nas épocas das grandes mobilizações... Não faltou muito para que situações mais graves ocorressem. Nessa linha, penso que a Força Tarefa tem contribuído para evitar o pior. Finalizo ressaltando a índole do nosso povo é o respeito para com as instituições e para com os que as integram, mas penso que a recíproca tem que ser verdadeira.

Dar exemplos

Valdecir Trindade (Advogado Autônomo - Trabalhista)

Ministro Gilmar, o senhor é um dos ministros que mais fala fora dos autos; que se reúne com políticos enodoados pelas denúncias de corrupção e que mais ataca a Força Tarefa da Lava Jato. Uma coisa digo ao senhor, não suportamos mais a impunidade, o cinismo e a hipocrisia. O garantismo que o senhor defende tem servido mais aos bandidos que ao cidadão honesto e pagador dos impostos. Alerto o senhor que a Lava Jato hoje não é monopólio dos Procuradores Federais que a integram; em verdade passou a ser patrimônio do povo brasileiro. E esteja o senhor certo que a nação não vai admitir retrocessos, acordos e concessões em seu desfavor. Entendo que a lei efetivamente deve ser o marco civilizatório, mas também entendo que a flexibilização exagerada, a interpretação direcionada não deve ser admitidas. Quanto aos excessos, eles ocorrem em qualquer grupamento humano, por mais bem intencionado que seja. Mas, uma coisa é certa, os Procuradores Federais estão pagando um preço caríssimo por se insurgirem contra a impunidade. Eles não precisariam disso. Bastaria aquietarem-se e recebeu seus salários no final do mês. Mas não, resolveram combater o bom combate e o estão levando a cabo. Sinceramente, creio que se não fosse a atuação deles, instituições como o Congresso Nacional e o próprio STF

Comentar

Comentários encerrados em 4/05/2017.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.