Consultor Jurídico

Efeito suspensivo

Desembargador recua e Adriana Ancelmo ficará em casa até julgamento de embargos

Retornar ao texto

Comentários de leitores

4 comentários

Lamento

Observador.. (Economista)

Sinceramente.
Por tudo. Pelas crianças, pela família....
Mas o comentário do J. Ribeiro (Advogado Autônomo - Empresarial) ilustra bem o sentimento dos brasileiros.
Por mais compaixão que se tenha com os envolvidos, algo inédito ocorreu. Não houve a menor preocupação com o povo e a cidade do RJ. Um caso, para mim, chocante.

Parcialidade

Simone Andrea (Procurador do Município)

"Vieira agiu rápido e evitou que Adriana fosse mandada ilegalmente para a prisão." Esse é o texto abaixo da primeira foto. Com ele, a matéria deixou a imparcialidade de lado e tomou partido da defesa da acusada.

Efeito sanfona

Zé Machado (Advogado Autônomo - Trabalhista)

Bruno de lá, Adriana de cá e a sanfona não para de tocar e a justiça cada vez mais tupiniquim.

A impunidade tem limite

J. Ribeiro (Advogado Autônomo - Empresarial)

Foram por demais crueis com a sociedade carioca. Não há como manter esses delinquentes e todo aquele que se beneficiou do abuso e da maldade invisível num ambiente com ar condicionado.
Foram com muita sede ao pote.

Comentar

Comentários encerrados em 4/05/2017.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.