Consultor Jurídico

Artigos

Opinião

Moro finge que não está fingindo que está fingindo que prenderá Lula

Comentários de leitores

  • Página:
  • 1
  • 2

32 comentários

Uma paranoia esquerdista

O Ninfador (Outros)

Certo articulista e certos comentaristas fingem que não estão fingindo que estão fingindo que estão ao lado do time praticante da corrupção!

Melhor Leitura da Semana

Halisson Paes (Advogado Assalariado - Civil)

Tantos moralistas imorais... Hoje se sabe que as delações apontam para todos os lados, para todos os partidos. Mas quando estavam no Bunker Curitibano, eram meticulosamente vazadas com propósitos políticos... Hoje Moro se confraterniza com Temer, com Aécio, profere decisões que juridicamente são um disparate... E ao invés de argumentarem pela legalidade das decisões, seus apologistas preferem, à moda fascista, condenar a imoralidade do que projetam sobre os outros... Melhorem!

Doutrinado ou desonesto?

Contribuinte Sofrido (Outros)

Difícial entender tanto conhecimento jus-filosófico utilizado para defender o indefensável. Vindo de um pobre coitado dependente do bolsa família, e que não sabe que é o Estado que lhe proporciona e não o Lula ou FHC, seria até compreensível. Mas de um intelectual, ou é fanatismo xiita/doutrinado ou é desonestidad.

É tudo uma grande farsa !

Francisco Lobo da Costa Ruiz - advocacia criminal (Advogado Autônomo - Criminal)

Estão esquecendo que Justiça é coisa séria ! Transformam um instrumento democrático, implantado para uma sociedade civilizada, em brincadeirinha de espertalhões, cada qual se exibindo ao público, enquanto que a parte principal, que são os lesados pela roubalheira, permanecem atônitos sem entender o que os "artistas" estão armando.

Carta Capitalização da Conjur

Dazelite (Administrador)

Deveriam FINGIR de vez em quando, por exemplo publicando opiniões favoráveis a Lava-Jato. Até a a Folha de SP finge bem fazendo isso.
Parece a Carta Capital, que aliás já está na Lava-Jato....

Melhores momentos

Thiago Bandeira (Funcionário público)

Luiz Carlos de Oliveira Cesar Zubcov (Advogado Autônomo) - Arroubos literários de filosofia jurídica em defesa da psicopatia é aventura de extrema desgraça.

Luiz Fernando Cabeda (Juiz do Trabalho de 2ª. Instância) - Não se sabe se o multi-titulado autor do texto quer fazer uma psicanálise do julgador - ou quem sabe seja a 'hermenêutica da subjetividade'. - O autor do artigo preferiu a mixórdia de citar Calligaris com Warat, misturar psicanálise ligeira com a "Filosofia de Boudoir" de Sade e, assim, bebendo em várias vertentes, sem nenhum "leitmotif", acaba sem concluir...NADA. Que belo retorno do Licenciado Vidriera quatrocentos anos depois...

John Galt (Advogado Sócio de Escritório - Civil) – a hipótese do autor do texto acima, emana dos discursos daqueles doutrinadores que o cercam. Detalhe, dos discursos, não dos fatos ou verdades ou conclusões racionais objetivas da realidade.

VALDOMIRO ZAGO (Contabilista) - nos parece que o delírio paranoico toma conta quando alguém se debruça sobre leituras de Coutinho- Calligaris- Cordero- Geraldo Prado- Rui Cunha Martins,etc.

Luiz Holanda - OAB.CE (Advogado Associado a Escritório - Civil) - A Conjur, no afã de defender o Lula, esquece que várias pessoas que estão engatinhando no Direito, como meus alunos de graduação, vem aqui se informar e podem acabar repetindo as incongruências que leem por aqui e passando vexame.

Ramiro. (Advogado Autônomo) - Cada vez mais me convenço que a ideologia está levando grande parte de nossa população a pensar como se a caixa craniana fosse irrigada por ramos da artéria mesentérica superior...
( esse último é “a contrario sensu”, se é que me entendem)

Conjur finge que não está fingindo que está fingindo que...

LeandroRoth (Oficial de Justiça)

O Conjur nem precisa fingir. É sucursal dos assaltantes atingidos Lava Jato e dos advogados que precisam defender o indefensável com certo êxito para justificar honorários milionários.
.
Não importa quantas provas joguemos na cara deles. É sempre "perseguição". A Lava Jato já foi comparada aqui no Conjur à ditadura militar (o articulista dizia que NEM na ditadura tantos "excessos" foram praticados), à Inquisição, e, pasmem, até ao nazismo!!
.
Afinal, corrupto agora é raça, e estão todos sendo exterminados nas Câmaras de Gás dos Tribunais do país...
.
Assim como seus clientes erraram a mão e ultrapassaram qualquer precedente em quesito de roubo e assalto à coisa pública, o lobby da advocacia criminal "garantista de aluguel" já cruzou há muito o limiar do ridículo.
.
Ninguém vai acreditar em uma palavra destes artigos comprados e tendenciosos. E se acreditar, será ou alguém com interesse financeiro direto ou os idiotas úteis de sempre, e estes, infelizmente, não tem cura.

Persistência.

Sã Chopança (Administrador)

O que mais me causa admiração é a persistência dos que combatem os trabalhos da lava jato. Mesmo agora que os depoimentos foram liberados, e que o Brasil inteiro já está sabendo de toda a sordidez da corrupção. Esses advogados realmente são "brasileiros", nunca desistem!

Só pra constar...

Matheus Brito (Outros)

Artigo lúcido, simples e direto. Parabéns!

Racionalização

Matheus Brito (Outros)

Por meio da racionalização, tentamos achar motivos lógicos e razoáveis para tentar justificar o que é essencialmente errado, mas parafraseando a ex-ministra do STJ, Eliana Calmon, ''os excessos da Lava Jato são pecados veniais.

Os petistas comunistas

sytote (Advogado Autônomo - Civil)

Esses petistas coministas não aceitam QUE O MAIOR LADRÃO QUE JÁ EXISTIU COMETEU OS CRIMES A ELE ATRIBUÍDOS. SÃO COMUNISTAS FANÁTICOS.
A hora dessa corja irá chegar, esperem.

A isenção é díficil.

PAULO FRANCIS (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

Parcialidade incomoda.

Coragem Seletiva.

Sã Chopança (Administrador)

Covardes escolhem bem seus alvos. Todos se sentem à vontade para atacar Moro. Mas não vejo a mesma valentia quando o alvo é o Supremo...

Com todo o respeito, mas...

Luiz Holanda - OAB.CE (Advogado Associado a Escritório - Civil)

Falta muito conhecimento ao articulista. Ele é advogado criminal, mas, aparentemente, desconhece as diferenças entre dolo e culpa, ao imputar, em tese, prática criminosa ao Sérgio Moro.

Ainda, desconhece conceitos de prisão ao dizer que o Lula foi "preso" por algumas horas.

A Conjur, no afã de defender o Lula, esquece que várias pessoas que estão engatinhando no Direito, como meus alunos de graduação, vem aqui se informar e podem acabar repetindo as incongruências que leem por aqui e passando vexame.

Moro finge que não está fingindo

VALDOMIRO ZAGO (Contabilista)

Chamar de perseguição desmedida por Moro ao ex presidente, nos parece que o delírio paranoico toma conta quando alguém se debruça sobre leituras de Coutinho- Calligaris- Cordero- Geraldo Prado- Rui Cunha Martins,etc.
Lógico que toda a cultura é essencial e nos credencia à intelectualidade, mas a leitura em demasia faz-se perder a dimensão do que está à nossa volta, fazendo-nos a ignorar os caminhos que esta Nação foi submetida, e por quem? pelo povo? temos que acordar e despertar para a realidade, e só assim capazes de identificar quem são os culpados por tudo que aí está. Será que Moro, MP, Policia Federal, Supremo, estão errados? O apoio da população é incondicional, para que a varredura seja executada, pois temos que torcer para que nossa Nação livre se de uma vez por todas destes que ainda querem se identificar como inocentes tentando enganar os mais leigos, com propagandas e discursos enganosos.

Moralismo

O IDEÓLOGO (Outros)

É o Moralismo de Moro que está tentando colocar o Brasil nos eixos.
Muitos comentaristas não conhecem o direito processual norte-americano.
Com base em indícios o cidadão norte-americano acaba na cadeia. O imigrante pega uma pena de morte.
Ou os comentaristas acham que o anglo-saxão aprecia o "pele escura", que não fala inglês e se sujeita a qualquer tipo de serviço?

E para concluir

Ramiro. (Advogado Autônomo)

Aqui há fascistas que dizem que nos EUA tem pena de morte, mas que defendem grampo de todos os advogados de um escritório...

United States Supreme Court
UPJOHN CO. v. UNITED STATES, (1981)
No. 79-886
Argued: November 5, 1980 Decided: January 13, 1981

http://caselaw.findlaw.com/us-supreme-court/449/383.html

Impossível não pensar na mentalidade fascista moralista

Ramiro. (Advogado Autônomo)

O moralismo que anda grassando por aí parece tão fascista... Defende-se o direito de um juiz mandar grampear parlatórios de presídios, grampear telefones de advogados, e uns e outros falam que nos EUA...
http://www.americanbar.org/groups/criminal_justice/standards/DefenseFunctionFourthEdition.html
Standard 4-2.2 Confidential Defense Communication with Detained Persons

(a) Every jurisdiction should guarantee by statute or rule the right of a criminally-detained or confined person to prompt, confidential, affordable and effective communication with a defense lawyer throughout a criminal investigation, prosecution, appeal, or other quasi-criminal proceedings such as habeas corpus.

(b) All detention or imprisonment institutions should provide reasonable, affordable access to confidential and unmonitored telephonic and other communication facilities to allow effective confidential communication between defense counsel and their detained clients. This should include providing or allowing access to language translation or other communication services when necessary.

(c) All detention or imprisonment institutions should provide adequate facilities for private, unmonitored meetings between defense counsel and an accused. Private facilities should also be provided for the review of evidence and discovery materials by counsel together with their detained clients.

(d) Absent a credible threat of immediate danger or violence, or advance judicial authorization, persons working in detention or imprisonment institutions should be prohibited from examining, monitoring, recording, or interfering with confidential communications between defense counsel and their detained clients.

Que falta faz um instituto como a Brady Disclosure

Ramiro. (Advogado Autônomo)

Estava revisando algumas coisas sobre direito processual penal nos EUA, algo extremamente diferente do nosso direito penal digno de Torquemada...
Seriam pitis generalizados se aqui houvesse instituto de processo penal como há a Brady Disclosure nos EUA.
https://www.law360.com/articles/391355/know-the-prosecution-s-brady-disclosure-obligations
e mais
http://www.americanbar.org/content/dam/aba/events/criminal_justice/Luncheon_Brady_Info.authcheckdam.pdf
Isso sem falar da regulamentação de investigações particulares da defesa, permitidas por lei e amplamente regulamentadas, em paralelo às investigações policiais.
Peritos particulares, não aceitos aqui...
http://scholarlycommons.law.case.edu/cgi/viewcontent.cgi?article=1442&context=faculty_publications
Mas vivas ao moralismo...
Se alguém puder explanar em qual parte do CPP, fora da presunção de culpa que justifique uma forte convicção interior de que vão haver contradições para exigir acareações, qual dispositivo do CPP obriga o Réu a comparecer ao depoimento das testemunhas que a própria defesa indicou?

Muito moralismo, mas e a lei onde fica?

Ramiro. (Advogado Autônomo)

Cada vez mais me convenço que a ideologia está levando grande parte de nossa população a pensar como se a caixa craniana fosse irrigada por ramos da artéria mesentérica superior...
Dei uma repassada em todo o Código de Processo Penal e não encontrei um dispositivo, um único dispositivo que faculte ao Juiz obrigar ao acusado a participar dos depoimentos de testemunhas de defesa...
O artigo 401 determina o número máximo de testemunhas, oito para cada fato imputado. Para citar precedentes, o muito criticado pelos punitivistas HC 111.728 - STF, ficou determinado que o Réu tem o direito, não firmou-se o dever, de assistir pessoalmente o depoimento de testemunhas de acusação.
Se vão alegar o artigo 229 do CPP, aí seria necessária muita pobreza intelectual para não admitir que quem assim defende está dando razão ao articulista, ao autor do texto.
Quanto ao Casal Nardoni, eita memória curta e seletiva. Sem fazer juízo de valor, mas no julgamento o advogado que assumiu o caso, outro antes havia desistido, começando por George Sanguinetti, para quem tem memória curta o perito que desafiou Badan Palhares e depois a Medicina Forense da USP mostrou que estava certo, no caso do assassinato de PC Farias.
E mais, o Judiciário, é de se perguntar com que fundamento, proibiu um livro desse perito.
http://www.conjur.com.br/2010-jul-31/justica-proibe-livro-george-sanguinetti-morte-isabella
Mas enfim, se a ciência desafia os credos, à fogueira com os hereges...
No mais, no Brasil de hoje mais do que nunca advocacia criminal não é para covardes.
Mesma ladainha
http://www.jornaljurid.com.br/noticias/juiz-questiona-sanguinetti-como-testemunha-de-nardoni

  • Página:
  • 1
  • 2

Comentar

Comentários encerrados em 26/04/2017.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.