Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Doações falsas

Facebook deve reativar perfil de mulher que teve imagem usada em fraude

O perfil no Facebook de uma mulher teve sua imagem usada para fraudes na internet deverá ser reativado pela empresa de tecnologia. A decisão liminar é da juíza Roberta Nasser Leone, do 5º Juizado Especial Cível de Goiânia.

Imagem era usada por perfis falsos para pedir doações.
Reprodução

A autora da ação está em tratamento contra um câncer. Ela acionou a Justiça depois ter seu perfil desativado porque fotos suas estavam sendo usadas em páginas falsas na rede social que pediam, inclusive, ajuda financeira.

Ela chegou a denunciar esses golpes, mas o Facebook acabou suspendendo uma página de apoio, administrada também por sua mãe, que também teve sua conta pessoal desativada. Foram três casos diferentes envolvendo suas fotos.

A juíza concedeu o pedido por ver possibilidade de dano de difícil reparação. No mérito, sua defesa também pede indenização ao Facebook pelo vício na prestação do serviço. Segundo o advogado da autora, Rafael Maciel, “negar a possibilidade de que ela possa sentir novamente tais emoções, em um momento tão difícil e doloroso, é ato atentatório à dignidade da pessoa humana”.

Revista Consultor Jurídico, 8 de abril de 2017, 9h44

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 16/04/2017.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.