Consultor Jurídico

Notícias

Cruzada pessoal

Dallagnol culpa a ditadura por aversão de advogados à redução de direito de defesa

Comentários de leitores

  • Página:
  • 1
  • 2

21 comentários

Rebeldes primitivos

O IDEÓLOGO (Outros)

Com a Constituição de 1988 foram enaltecidos os direitos em detrimento das obrigações.
Os "rebeldes primitivos", expressão emprestada do historiador marxista Erick Hobsbawm e adaptada ao contexto brasileiro, sufragados por intelectuais que abraçaram o pensamento do italiano "Luigi Ferrajoli, expresso na obra "Direito e Razão", passaram a atuar em "terrae brasilis" em agressão à ordem estabelecida, ofendendo os membros da comunidade.
Aqueles despossuídos de prata, ouro, títulos e educação especial, agredidos pelos rebeldes, passaram a preconizar a aplicação draconiana das normas penais, com sustentação no pensamento do germânico Gunther Jabobs, resumido no livro "Direito Penal do Inimigo". Acrescente-se, ainda, a aplicação das Teorias Econômicas Neoliberais no Brasil, sem qualquer meditação crítica, formando uma massa instável e violenta de perdedores, fato previsto pelo economista norte-americano, Edward Luttwak no livro denominado "Turbocapitalismo".
Diante desse "inferno social" o Estado punitivo se enfraqueceu. A situação atingiu nível tão elevado de instabilidade, que obrigou o STF em sua missão de interpretação da Constituição e de pacificação social, lançar às masmorras, de forma mais expedita, os criminosos. Diante do atrito entre o pensamento do intelectual, preocupado com questões abstratas, e a dura realidade enfrentada pelo povo, principal vítima dos rebeldes, a Democracia soçobra.

Todos pela corrupção

Contribuinte Sofrido (Outros)

Estou impressionado com o achincalhe ao Procurador Deltan, só porque explicou(e detalhou) à sociedade porque denunciaram Lula, numa deferência especial até. Alguém de nós deve estar em outro planeta. Parece que os bandidos são os Delegados Federais, os Procuradores e o juiz Sérgio Moro e os denunciados nada fizeram.
Aliás, grande parte dessa turma que a Polícia Federal reuniu provas para denúncia, condenação e prisão, são os mesmos outrora presos pela chamada "ditadura", porque naquela época tentaram tomar o poder pelas armas. A diferença é que eles, agora, tentaram se perpetuar através do dinheiro sujo da corrupção. Daí a mudança da força que os combate hoje. Sai o exército, entra Polícia Federal. Simples assim. Só não vê os que estão cegos pela ideologia e os que tiveram seus interesses particulares prejudicados.

Membro do mpf quer moralizar país rasgando as leis e a cf

Rogério Guimarães Oliveira (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

Este integrante do MPF pratica demagogia barata, de quinto nível. Deveria sair do MPF e ingressar num partido político (por certo, de direita) e iniciar ali, local apropriado, sua carreira política demagógica.
Ele diz que é "igual a qualquer outra pessoa". Mente. Ele recebe um polpudo salário do erário público, uma renda cheia de dígitos que pouquíssimos no país recebem. É um servidor público que deveria trabalhar para a sociedade, de forma isenta e neutra, atuando como fiscal da lei.
Não pode utilizar o cargo e a instituição que integra para fazer demagogia político-partidária e promover proselitismo moral de gosto duvidoso. Não pode usar sua condição para beneficiar o partido da sua preferência, prejudicando o partido oponente.
Há vedação legal sendo desconsiderada aí.
Como membro de MP, sua peça acusatória não passaria num exame da OAB. Ele deveria entregá-la a um juiz e não à imprensa ou ao distinto público leigo. Esta lá na lei!
Só então, com o crivo judiciário sobre a peça acusatória, caso recebida a denúncia, é que se teria um princípio de consistência nas acusações, ainda que sujeitas ao crivo do contraditório e das demais instâncias judiciárias. Está lá, no Código!
Na falta de consistência técnica e de seriedade, o promotor faz o quê? Joga charme para uma plateia escolhida, confessando "não ter prova" do que acusa (pasme!). Age como membro miliciano de torcida de futebol. Tenta arregimentar opinião pública partidária favorável às suas teses infantis conspiratórias.
O Brasil vive dias sombrios, com membros de instituições caras, como o MPF, convertendo-se em falsos super-heróis da moralidade para fazerem política partidária, rasgando leis e a Constituição na frente de todos.
E a função de "custos legis"?
Ah, aí já é pedir demais!

Loucura, loucura, loucura...

Marcus V L R Gonçalves (Professor Universitário - Empresarial)

Gostaria de saber se o procurador, que está fora da repartição em que está lotado, fazendo politicagem por aí em eventos, tem os seus dias descontados por ter faltado ao trabalho?? Ética e corrupção só nos outros??

O absoluto cretino

Armando do Prado (Professor)

Imberbes, fundamentalistas e fanáticos. Tem razão Gilmar Mendes: absolutos cretinos. Prendem e esperam que o herege 'peça água'. Garantias constitucionais? Para quê?

"Não tenho provas, mas convicção". Nada a dever a Freisler.

Eduardo.Oliveira (Advogado Autônomo)

Observador.. (Economista)

Todos sabem disse.
Mas foi "combinado" que deve-se dar um outro colorido quando se comenta graves erros cometidos na confecção da Carta que nos rege hoje em dia.
Facilitou - muito - a vida de toda espécie de bandido, rico ou pobre, em nome de uma visão curta que olhava o passado de perseguições políticas; prejudicando o futuro de várias gerações, pois criou um sistema facilitador da impunidade, apresentada em suas várias facetas.
Se alguns gostassem de matemática, cálculo e estatística, iriam notar a explosão de violência depois de certas datas e como a corrupção cresceu de forma exponencial em nossa terra.
É muito complicado fazer o certo no Brasil.
Parece que Marx (o Groucho, bem mais interessante) cunhou uma frase que é perfeita para o Brasil de hoje:
"Afinal, você vai acreditar em mim ou nos seus próprios olhos?”, perguntava Marx.
Muita gente não quer, por má fé, interesses pessoais, má vontade com agentes estatais ou pura mediocridade, acreditar naquilo que salta aos olhos.Prefere acreditar no que aprendeu através de cartilhas ou militando em alguma ideologia.

Mp a serviço da justiça e cidadania, ou, da política

Célio Jacinto (Outros)

As ações recentes de alguns procuradores e promotores, desviando-se do elevado papel que a Constituição Federal lhe conferiu, de cariz mediático e político, como víamos também na época do Luiz Francisco, Schelb etc., leva-nos a refletir sobre o modelo brasileiro de MP.
Sintomática é, também, a carta de Eugênio Aragão dirigida ao PGR, publicada em http://www.revistaforum.com.br/2016/09/14/aragao-desmonta-janot-em-carta-aberta/.

Sensatez e visão de um país mais justo

Péricles (Bacharel)

O mínimo que se pode atribuir ao Exmo Procurador é a sensatez. Percebemos nessas ultimas décadas que, após o final do regime militar, é o MP quem tem procurado defender a Sociedade, e outras carreiras apenas defendendo as quadrilhas que roubam bilhões de reais e, que como "ienas", vivem em volta dos "leões" para pegar o que sobra, graças aos infindos recursos protelatórios e que invalidam qualquer processo. Meus parabéns a toda a equipe da Lava-Jato e às instâncias do Judiciário que tem permitido se chegar onde se chegou, e sabemos que poderá ir muito mais longe. Vamos acabar com a Cleptocracia, a Propinocracia e tudo o mais que falseia a nossa democracia republicana, que ainda pertence a poucos, por que as leis são muito permissivas e muitos procuradores ainda nao se despertaram sobre as suas missões em prol do pais. Se estes assim não o fizerem, restará ao povo suportar por muitas décadas o poder nas mãos dos maus. Ainda bem que essa equipe de Procuradores da Lava-jato se despertaram e tem uma visão diferente país mais justo! Que outros, Brasil afora, sigam no mesmo caminho e não se iludam com os beneficios proporcionado pela política e pelos políticos de plantão!!!

MPF esculhambado!

Ismael Castro (Estudante de Direito - Criminal)

Quando tenho conhecimento de fatos tão absurdos como esses, fico pensando seriamente no que repete o Streck, quase toda semana: "vou me mudar para as montanhas". Como é possível elegerem um inepto como esse para representante da sociedade dos revoltados e ainda haver quem o aplauda e tantos outros que o elogiem, quando ele se utiliza de um cargo público tão importante para aumentar seu status pessoal (ou quantidade de seguidores no Twitter) verborragiando absurdos sem nexo? O que percebo é que esse representante do MPF é um menino mimado que desconhece a história é a realidade brasileira, e há os que, como ele, também ignoram ou desconhecem isso e por isso são cauda tá rios de tamanho absurdo ideológico. PENA!

Garantismo jabuticaba. Em pindorama tudo é distorcido!!

Paulo A. S. (Outros)

O GARANTISMO DE FERRAJOLI FOI DISTORCIDO PELOS MARXISTAS FORMADOS DURANTE A DITADURA! Aqui restou sua aplicação do GARANTISMO HIPERBOLICO MONOCULAR! AQUI LIMITARAM A PENA EM NAO SER PERPETUA, MESMO O SUJEITO SENDO CRIMINOSO CONTUMAZ! Na Argentina a reincidência em crime contra a vida leva i sujeito a prisão perpétua! Aqui o sujeito mata uma pessoa e pega 12 anos de cadeia! SOMO UMA PIADA MUNDIAL!

Hoje comprovasse que os esquerdopatas atuaram fortemente no periodo pre redemocratização. Fizeram de tudo para implantar sorrateiramente a doutrina marxista nefasta de gramsci. À sorrelfa foram inoculando o veneno do comunismo cultural; mas em 2014 descobrimos e hj estamos nos livrando lulopetismo. Esse lulopetismo que fomentou o caos, a corrupção e a violência urbana (vide Farc, Foro de Sao Paulo, Gramsci etc). QUASE VIRAMOS UMA VENEZUELA (tentaram alterar a constituição com uma proposta de uma noca constituinte, lembram? (era a deixa para a perpetuaçao no poder dos marxistas culturais) AQUI TUDO FOI DISTORCIDO COM A REFORMA DO CODIGO PENAL EM 1984 e depois com a adaptação do garantismo que ficou bem definido como hiperbolico monocular!! Lembrem disso.. (Lembrem tb dos últimos documentos/manifestos escrito pelo PT qdo ele demonstram/confessam o que queriam.

Tentativa de desqualificar o procurador...

Gabriel da Silva Merlin (Advogado Autônomo)

A Conjur, talvez pelo fato de finalmente estarem começando a enquadrar o Brahma, parece começar a disparar toda a sua artilharia pesada e suja contra a operação lava-jato, fazendo tudo que os petistas sempre fazem quando alguém ameaça o seu projeto de poder (vide eleições de 2014), atacar com mentiras sujas a reputação de qualquer pessoa que se atreva em se meter na frente do projeto de poder criminoso do PT.

Mas vindo da Conjur é absolutamente normal.

Nascidos após a ditadura não são dignos?

Eduardo M.F. Carvalho (Estudante de Direito)

A ironia passou longe do texto em....Só faltou o Sr.Fernando Martines pintar a foto do Procurador como se ele fosse um palhaço e dizer claramente no texto "É só um moleque burro". Zombou até da idade do Procurador,como se pra ele quem não viveu a ditadura não possui valor. Eu só sei de uma coisa, Deltan está fazendo alguma coisa para ajudar a sociedade, e um desconhecido como esse Fernando Martines não faz nada além de atrapalhar e tentar manchar a imagem de quem luta pelo povo ao invés de lutar pela sua própria carteira!

Ele não é servidor público???

ILDEFONSO DOMINGOS (Advogado Autônomo - Consumidor)

“No bairro nobre dos Jardins em São Paulo, nesta terça-feira (13/8), o procurador federal Deltan Dallagnol recebia os cumprimentos das pessoas que haviam acabado de assistir sua palestra.” Uai, esse sujeito não deveria estar servindo ao povo lá em Curitiba, no Estado Paraná, ou seja, trabalhando em seu gabinete, em vez de ficar passeando nos Jardins na cidade São Paulo às custas do Erário, ou melhor, às minhas e a de todos os Brasileiros? Quanto ele ganha por mês para fazer as vezes de legislador com essas tais medidas que cerceia o direito constitucional da ampla defesa do cidadão??? Onde estás tu, OAB???

No mundo todo

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Nada há de errado com a Constituição, que de fato não sofreu nenhuma influência maléfica dos abusos do regime militar. Todas as garantias dos acusados que existe na Magna Carta também existem em todos os demais países democráticos.

Ai, ai... Conjur.

Eduardo. Adv. (Advogado Autônomo)

'Em razão da ditadura no Brasil, uma parte dos criminalistas rejeita qualquer sombra de rescrudescimento dos direitos de defesa'.
O que ele quis dizer (o Conjur sabe disso!) é que por causa dos presos políticos a Constituição foi excessivamente "garantista" também com os presos ou criminosos "não políticos", mas hoje extremamente perigosos. Outra comentarista (Neli - Procuradora, se não me engano) já havia captado isso. Antes, eu e um amigo conversámos e chegamos nesta mesma conclusão: a CF foi promulgada por políticos, para proteger direitos de políticos de pessoas atingidas pelo Regime de 64; políticos de 64 temerosos se sofrerem tudo o aquilo que sofreram entre 64-79. A CF foi promulgada para proteger pessoas em um momento, não foi pensada para o futuro, para dez ou vinte anos.

Faça o que digo, mas não o que faço...

DPF Falcão - apos (Delegado de Polícia Federal)

O MInistério Público deveria explicar porque não foi proposto o fim do foro privilegiado e o teste de integridade para os seus próprios membros, porque não podem ser investigados pela Polícia, mas apenas por eles mesmos, sem controle judicial, bem como porque recebem auxílio moradia de 4.300/mês, mesmo residindo em imóvel próprio e/ou em grandes centros e capitais (custo de R$ 2 bilhões/ano, incluindo o Judiciário), além de diárias que chegam a R$ 60.000/mês, tudo isso livre de impostos e comprovação.

Sufrágio restrito x democracia

Julio Auler (Administrador)

Pinçando o trecho da matéria:
"Dallagnol nasceu em 1980 e, portanto, viveu em uma democracia a partir dos seus cinco anos."
EU, JULIO AULER, AFIRMO: Democracia depende do sufrágio universal e, se são os "caciques" dos diretórios dos partidos que escolhem os candidatos, não temos democracia no Brasil.

Humildade e sensatez

Thiago Martins23 (Advogado Autônomo)

Admito que sou fã incondicional do Dr. Deltan. Além de ser pessoa de carisma ímpar, é humilde, e luta (muitos mais do que uns e outros que só sabem reclamar) por mudanças em nosso país, não só na cultura do jeitinho, mas na mentalidade das pessoas.

Pop Star do momento

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Trata-se de apenas mais um entre todos do mesmo gênero. Antonio Conselheiro, Lula, Hitler, Chávez, Silvio Santos, etc., etc. Constroem uma ideologia com base no que as pessoas (ou grupo de pessoas) querem ouvir (notadamente pessoas despreparadas), e tentam alcançar postos e status com base nesse apoio. Porque isso não dá certo? Justamente porque ideologias não geram empregos, não colocaram arroz no prato das pessoas, e NÃO COMBATEM a criminalidade ao contrário que as almas infantis pensam. As falhas no combate à corrupção no Brasil possuem causas diversas. Pela ideologia do Pop Star do momento citado na reportagem, toda a culpa é do direito de defesa. É nesse ponto a falha. Não há base científica para se dizer que a impunidade é causada pela defesa, pelos recursos e tudo o mais. Mas, quando o sujeito é guiado por ideologia, ele não consegue raciocinar. Fica cego, e não pensa. Fanáticos só trouxeram desgraça ao mundo, e a história costuma sempre se repetir.

Deltan é um "Rogério"?

ju2 (Funcionário público)

Ué, o Super-Procurador de Deus não sabe que o Rogério Chequer-Sem-Fundos é processado nos Estados Unidos da América??????? É porque o Super-Procurador não é onisciente... Vejam aqui, "pessoas comuns":
"O que a mídia não disse sobre Rogério Chequer, o líder das manifestações"
Tratado como “referência nacional” pela mídia brasileira, Rogério Chequer enfrenta processo nos EUA – país onde vivia até poucos anos atrás. O jovem foi sócio de um bilionário listado pela Forbes e teve seu nome revelado em arquivo secreto do Wikileaks. Apresentado como líder da moralidade e acostumado a posar ao lado de políticos como José Serra e FHC, Chequer tem muito a explicar"

http://www.pragmatismopolitico.com.br/2015/04/rogerio-chequer-wikileaks-eua-impeachment-dilma.html

  • Página:
  • 1
  • 2

Comentar

Comentários encerrados em 22/09/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.