Consultor Jurídico

Suspensão de prazos

CCJ da Câmara aprova licença-maternidade e paternidade para advogados

Retornar ao texto

Comentários de leitores

5 comentários

Crítica ilógica e precipitada!!!

Paulo Jorge Andrade Trinchão (Advogado Autônomo)

Ad cautelam, a medida foi aprovada muito recentemente, quando o acervo de processos, e mais ainda de recursos, estão em curso no aguardo de efetiva decisão. De quem é a culpa? Noutro contexto, quem dos críticos, poderia assegurar o percentual de advogados que, supostamente, se beneficiará com tal inovação? E este mesmo percentual, teria o condão mágico de emperrar a máquina judiciária? Ora, façam-me o favor, basta de estultices pueris...

Demagogia

Serpico Viscardi (Professor)

Mais uma mudança demagógica que vai contribuir para lentidão da justiça.

Depois, os que propõe tais mudanças, são o primeiros a reclamar da lentidão, colocando toda a culpa em cima dos juízes.

A lentidão da justiça é decorrência de todo o sistema, e não responsabilidade exclusiva do poder judiciário.

Daniel...

tmareto (Advogado Autônomo - Civil)

Desculpe-me, mas você acha mesmo que a morosidade processual se dá pela concessão de alguns direitos aos advogados? Acredito que vá se decepcionar bastante ao descobrir que não é bem assim. Mesmo que as bancas de advogados trabalhassem 24h por dia, o processo ainda seria moroso. Trata-se de um problema estrutural e há muito debatido. Recomendo verificar como é a tramitação das demandas nos Estados Unidos, já que utilizou a terra do Tio Sam como exemplo. Lá as bancas são empresas, aqui, não. Lá as regras são diferentes. Não somos os EUA. E, mesmo lá, será que os processos são assim tão céleres e justos?

Quanto ao projeto, ele é adequado. Licença maternidade e paternidade não visam beneficiar os pais, mas a criança. Nosso estado tem, como objetivo, a proteção integral à infância. Nada mais justo que conceder licença maternidade e paternidade a todos que têm filhos recentes, para que o período de adaptação seja menos turbulento, e para que os recém nascidos tenham a necessária presença dos pais no início da vida.

GREI

O IDEÓLOGO (Cartorário)

É a grei conspirando contra a sociedade. Benefícios, vantagens e privilégios, transformando-a em estamento da antiga nobreza debilitada e atrasada.

Na época do presidente FHC o SPC e Serasa foi invadido por advogados, que ficaram com o nome sujo. Também se avolumaram processos administrativos na OAB, porque os "ditos cujos" não faziam acerto com seus clientes.

Apoiaram o "Ancien Régime Militaire" e somente se retrataram no ano de 1972, quando então passaram combatê-lo.

O Macunaíma, o herói sem nenhum caráter, criação do literato Mário de Andrade, retrata o brasileiro.

Os advogados, somente se preocupando com as benefícios que o Estado podem lhe proporcionar, desprezando a ideologia, que flutua ao sabor do valor dos honorários, em certa medida, perdem o respeito da sociedade que sempre os enxergou como os "arautos da Liberdade".

agora é que o processo não anda mais....

daniel (Outros - Administrativa)

querem férias para advocacia, querem licença até maternidade.. e querem processo rápido.... ora, a advocacia tem que abandonar o trabalho artesanal e individual e começar a atuar como é nos Estados Unidos, ou seja, como empresas

Comentar

Comentários encerrados em 19/09/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.