Consultor Jurídico

Alternativa à condenação

Para que réu pague dívida, juíza suspende CNH e confisca passaporte

Retornar ao texto

Comentários de leitores

23 comentários

leu e não entendeu

afixa (Administrador)

O mal humor , a raiva do mundo de MAP é tão grande que ele sequer consegue discernir o caráter de denúncia da matéria.

Incompletude

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Como de praxe, a reportagem da CONJUR ouviu apenas um dos lados. A reportagem, incompleta, não explica nem diz se os veículos, cartão de crédito, ou até viagens internacionais fazem ou não parte da atividade profissional do devedor, lembrando que os cidadãos comuns não possuem garantia de renda eterna como os agentes públicos, nem mesmo auxílio-moradia e outras regalias pagas ilegalmente. No caso, evidenciado que o réu não paga porque não quer, e que as restrições não impedem o exercício de sua atividade profissional, correta a decisão, mas a reportagem não detalha nada dessas situações, lembrando que no Brasil o abuso jurisdicional é a regra.

Alguém ainda vai dizer.....

Professor Edson (Professor)

"Meu Deus mas isso ataca os direito fundamentais conquistados"

Comentar

Comentários encerrados em 15/09/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.