Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Questões corporativas

Duas chapas disputam presidência da AATSP; eleição será dia 9/11

Duas chapas disputam a eleição da Associação dos Advogados Trabalhistas de São Paulo, que acontece no dia 9 de novembro. Os grupos são encabeçados por Lívio Enescu (Voz Trabalhista), atual presidente da entidade, e Luciana Barcellos Slosbergas (Trabalhistas em Movimento), de oposição. A entidade tem 838 associados.

Entre as propostas para um segundo mandato à frente da associação, Enescu cita o aumento de cadeiras no conselho da entidade, que passaria de 23 integrantes para 46 ou 50 membros. Também diz que pretende expandir a atuação da AATSP para o interior do estado por meio de novas subsedes em Campinas, no litoral sul do estado, em Ribeirão Preto e em São José do Rio Preto.

Já a chapa Trabalhistas em Movimento, que tem entre seus apoiadores o professor Nelson Mannrich, apresenta como uma de suas bandeiras a prestação de contas mensal e digital da AATSP. Entre suas propostas também estão a anistia para devedores da associação em troca das quitações antecipadas das anuidades de 2017 e 2018 e a isenção de anuidade para advogados trabalhistas recém-formados.

Enescu destaca que seu projeto de campanha é manter o trabalho promovido até agora, focado em pautas corporativas e políticas junto a outros órgãos e entidades de classe. O atual presidente afirma que, para os advogados, nos últimos dois anos, foram promovidos inúmeros cursos de educação continuada, além de duas semanas jurídicas, um congresso nacional e outro internacional.

O atual presidente também cita que assumiu a entidade com R$ 5 mil em caixa e aumentou esse montante para R$ 250 mil. Ele também destaca o aumento de associados, que eram 400 e hoje totalizam 839.

A oposição também propõe a regulamentação dos honorários sucumbenciais na Justiça do Trabalho, percentual mínimo de vagas em estacionamentos voltados à advocacia nos órgãos do Judiciário, prioridade na sustentação oral para advogadas grávidas, ampliação no horário de atendimento dos cartórios e racionalização das pautas de julgamento.

A chapa Trabalhistas em Movimento ainda quer aumentar a estrutura da AATSP com a criação de um centro de atendimento 24 horas para auxiliar os advogados com o processo judicial eletrônico, além da racionalização do sistema por meio da inclusão do fracionamento automático de arquivos e emissão de certidão de indisponibilidade em tempo real.

Clique aqui para ver a composição das chapas.

Revista Consultor Jurídico, 30 de outubro de 2016, 9h42

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 07/11/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.