Consultor Jurídico

Notícias

Uso excessivo

É preciso impor limite às prisões preventivas sem fim, diz Gilmar Mendes

Comentários de leitores

6 comentários

Pek Cop (Outros)

Weslei F (Estudante de Direito)

Acho melhor o senhor comentar em sites ideológicos ou blogs puramente ideológicos, entretanto acho difícil, até em tais sites, o senhor ter espaço. Neste caso foi o FHC, a mesma regra constitucional de ato complexo de escolha (art.84, XIV e art. 101, parágrafo único da CF) que escolheu o respectivo ministro.

Prisões preventivas

O IDEÓLOGO (Outros)

Conforme o STF, A prisão preventiva é um instrumento processual que pode ser utilizado pelo juiz durante um inquérito policial ou já na ação penal, devendo, em ambos os casos, estarem preenchidos os requisitos legais para sua decretação. O artigo 312 do Código de Processo Penal aponta os requisitos que podem fundamentar a prisão preventiva, sendo eles: a) garantia da ordem pública e da ordem econômica (impedir que o réu continue praticando crimes); b) conveniência da instrução criminal (evitar que o réu atrapalhe o andamento do processo, ameaçando testemunhas ou destruindo provas); c) assegurar a aplicação da lei penal (impossibilitar a fuga do réu, garantindo que a pena imposta pela sentença seja cumprida).

Destruir a prisão preventiva é demolir, também, o poder do juiz de lançar os rebeldes primitivos às masmorras públicas.
O pensamento da elite é nocivo ao povo.
Como a maioria dos criminosos têm sua origem na própria população pobre, é conveniente não investir em prisões (deixaria o Brasil em situação ruim perante a comunidade internacional), permitindo que essas "almas sebosas" continuem no seio social propagando os seus comportamentos ilegais e perniciosos.
Urge o "impeachment" do Ministro Gilmar Mendes.

Revoltante

A Reta Entre Várias Curvas (Outro)

Certamente o pior magistrado do STF. Não se ouve ele dizer uma única sílaba acerca da corrupção generalizada que assola o pais, o necessário combate, ou que o STF pouco produz em termos de julgamentos de corruptos. Existem mais de 600 processos envolvendo investigados com foro privilegiado e não se ouve uma única notícia de seus julgamentos. Parece que vivem em uma planeta surreal. Enquanto isso os criminosos fazem a festa e cada vez mais acreditam que o crime compensa.

2a. turma...

Marco 65 (Industrial)

Sempre a 2a. turma para aliviar ...
Um senador da república, que tem processos parados (inexplicavelmente) no STF, se acha acima de tudo e de todos chamando públicamente um Juiz Federal de "Juiseco" e ninguém fala nada????
Quem sabe, a Ministra Cármem Lúcia coloca ordem na desordem deixada por Levandowski.

Esses sao coxinhas

zica (Estagiário - Criminal)

o comentarista acima (pek cop) esta totalmente equivocado ou com odio mortal de um determinado partido,pois quem nomeou o gilmar mendes foi o FHC

Parceiro de lula....

Pek Cop (Outros)

Quem nomeou ele foi lula que por sua vez nomeou um total de oito (8) ministros para o STF, a tendência é sempre direcionar os efeitos das decisões para aliviar os seus precursores!!!!

Comentar

Comentários encerrados em 2/11/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.