Consultor Jurídico

Direito na Europa

Por Aline Pinheiro

Blogs

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Herança da Iugoslávia

Eslovênia acusa Croácia de impedir banco esloveno de receber débitos

A Eslovênia recorreu à Corte Europeia de Direitos Humanos para resolver uma situação que vem se arrastando desde o fim da Iugoslávia, no início da década de 1990. O país reclama de que a Croácia vem impedindo que um banco esloveno receba débitos devidos por empresas croatas.

A reclamação aponta pelo menos 26 casos de processos judiciais movidos pelo banco Ljubljanska no Judiciário da Croácia. Algumas dessas ações ainda não foram julgadas. Em outras, o pedido do banco para receber o valor devido foi negado e, no restante, a decisão até foi favorável à instituição financeira, mas o dinheiro nunca foi pago.

A Eslovênia acusa a Croácia de violar a Convenção Europeia de Direitos Humanos ao impedir um julgamento justo dos processos movidos pelo banco. Ainda não há data prevista para a corte analisar a reclamação.

Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 24 de outubro de 2016, 18h31

Comentários de leitores

2 comentários

Crítica construtiva ao blog

GCarneiro (Estudante de Direito - Empresarial)

Boa tarde.
Muito interessante o tema do blog, contudo gostaria de registrar uma crítica sobre a navegação.
Normalmente ao descer a barra de rolagem as matérias mais antigas vão surgindo, o que é uma forma prática de visualizar o conteúdo do blog.
No entanto, neste blog é preciso selecionar a data que deseja ver as notícias. Sinceramente esta forma de navegação desmotiva ao leitor ficar navegando a esmo pelo site para ver notícias antigas.
Seria bem interessante se pudesse ser alterado.
Obrigado e continue com este trabalho muito bom!
Abs.,

Pendenga eslava

O IDEÓLOGO (Outros)

Briga entre primos. Lembremos que, no falecimento da Iugoslávia ocorreu guerra interna.

Na obra "Crimes de Guerra", Omer Bartov, Atina Grossmann e Mary Nolan, publicado pela Editora Difel, descrevem como um comissário germânico na Segunda Guerra Mundial falou de forma depreciativa sobre os colaboradores da futura Iugoslávia.

Comentários encerrados em 01/11/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.