Consultor Jurídico

Revoltados e inconformados

Promotores de SP acusam Moro e juíza estadual de acordo ilícito em caso de Lula

Retornar ao texto

Comentários de leitores

8 comentários

Gabriel da Silva Merlin (Advogado Autônomo)

Yan Jeferson Gomes Nascimento (Estudante de Direito)

Todo o interesse. Você acha mesmo que depois de tanto esforço e trabalho vão deixar um "acordo" ilícito anular tudo? Agora, há sim, um intenso ressentimento e atuação midiática de ambos membros ministeriais.

Busca implacável!!!!

Luis Feitosa (Advogado Associado a Escritório - Criminal)

Tanta gente interessada em prender Lula, rsrsrs.
Será que o objetivo é realmente acabar com a corrupção? Sinceramente tenho lá minhas duvidas...

Impessoalidade x Seletividade

Rogério Aro. (Advogado Sócio de Escritório - Criminal)

Gostaria de ver essa gana, essa determinação, essa vontade também nos casos do "Zé da esquina".
Pura vaidade e vontade de aparecer.

balela

Professor Edson (Professor)

Mais uma balela inventada pra desmoralizar o Moro.

Quais infratores?

LauroCesar Advocacia (Advogado Sócio de Escritório - Criminal)

José R, de quais infratores o Sr Fala? Os (três Patetas) promotores ou os juízes?
Quais deles estão infringindo a ordem pública para receberem uma preventiva?

juiz não tem poder para contrariar MP...

Patricia Ribeiro Imóveis (Corretor de Imóveis)

nossa, sempre ouvi dizer que o MP pede e juiz decide...
é a primeira vez que ouço que o juiz não tem poder para contrariar tese do Ministério Público...
Bom, se esses são os acusadores do Lula, acho que ele tem boas chances de sair candidato em 2018!

Dúvida...

Gabriel da Silva Merlin (Advogado Autônomo)

Qual o interesse de agir do MP-SP nesse caso? Visto que, ainda que seja considerado procedente o pedido, o processo continuara no Paraná.

Ou seja, isso é algo que não afeta em absolutamente nada o MP-SP, quem deveria levantar questionamentos contra essa situação, se fosse o caso, é a defesa do próprio acusado.

Descontrole

O IDEÓLOGO (Cartorário)

O descontrole entre o Ministério Público, integrante do Poder Executivo, porém com autonomia constitucional (qual?) e o Poder Judiciário vai descambar no Segundo Período de Ditadura dos Militares.

Comentar

Comentários encerrados em 29/10/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.