Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Justiça em Números

Justiça Federal da 3ª Região apresenta produtividade de 97%

A Justiça Federal na 3ª Região, que abrange os estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul, apresentou a maior produtividade deste ramo do Judiciário. Segundo o levantamento Justiça em Números 2016, o índice é de 97%. 

O resultado inclui o Índice de Produtividade Comparada da Justiça (IPC-Jus), que analisa a produtividade ou eficiência relativa dos tribunais. O parâmetro de pesquisa considera o que foi produzido a partir dos recursos disponíveis para cada unidade.

Os desembargadores do TRF-3 também apresentaram o maior índice de produtividade de toda a Justiça Federal, com 5,6 mil processos julgados. Já entre as ações de 1º grau, a 3ª Região ficou em segundo lugar.

Assim como os magistrados de segunda instância, os funcionários públicos de primeiro grau da 3ª Região lideraram o ranking de produtividade. O índice de produtividade dos servidores da área judiciária do 1º grau (IPS-Jud) foi de 66% na fase de conhecimento e  125 na de execução.

O Tribunal Regional Federal da 3ª Região também se destacou no Índice de Atendimento à Demanda (IAD), apresentando resultado de 125% na fase de conhecimento e 107% na fase de execução. Esse parâmetro equaciona o número de processos baixados e o total de casos novos apresentados no mesmo período. Em primeiro grau, o IAD foi de 120% , enquanto registrou 151% na segunda instância. Com informações da Assessoria de Imprensa do TRF-3

Revista Consultor Jurídico, 20 de outubro de 2016, 10h57

Comentários de leitores

1 comentário

Trf 3a. Região

O IDEÓLOGO (Outros)

Detém alta produtividade na emissão de sentenças e acórdãos julgando tudo improcedente e desprovendo recursos.
É um Tribunal elitista e pouco propenso à Democracia.

Comentários encerrados em 28/10/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.